Roomba pode vender dados de mapeamento à Apple

O CEO da IRobot, Colin Angle, disse à Reuters que pretende que os dados de mapeamento internos fornecidos pelos iRobots Roomba possam ser vendidos para empresas como a Amazon, Apple ou Google num futuro próximo.

A série 900, que é a linha mais avançada da marca, usa uma tecnologia chamada Simultaneous Localization And Mapping (SLAM), para mapear salas enquanto estes limpam, memorizando o layout da sala e a localização do mobiliário, dando assim ao aspirador a capacidade de parar de aspirar e recarregar, em seguida, retomar o trabalho no mesmo local.

Angle acredita que o mapeamento de dados fornecidos pelos Roomba poderiam ser usado para tornar inteligentes outros dispositivos internos como iluminação, termostatos e câmeras de segurança.

Mapas atualizados regularmente poderiam permitir que os fabricantes de hardware adaptem a acústica em produtos como o HomePod anunciado recentemente pela Apple.

Com isto não nos podemos esquecer de duas questões muito importantes, a privacidade e a segurança dos utilizadores destes aspiradores, qualquer recolha e venda de dados não seria vendida sem permissão, mas o CEO da iRobot, Colin Angle acredita que os clientes dariam consentimento voluntariamente para usar a tecnologia SLAM embutida nos dispositivos.

 

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Rodolfo Januáriohttps://www.instagram.com/lobo.tech/
Bem cedo comecei a interessar-me por computadores e telemóveis, pelas possibilidades que nos davam. Desde então gosto de toda a tecnologia e fico sempre curioso com a sua utilidade e de como funcionam.

Leia também