Inicio Reviews Review: É uma televisão? É um projector? Análise ao super portátil projector...

Review: É uma televisão? É um projector? Análise ao super portátil projector LG Minibeam PH550G

Sejamos honestos: em criança, todos nós com mais de 30 anos quisemos crescer para ter um projector. Antes das televisões de ecrã plano, um projector era o cinema em casa, a magia da sétima arte na sala de estar. Mas para lá dos mais tolos sonhos juvenis, a tecnologia mudou e, com ela, os projectores tornaram-se algo funcionalmente diferente. E melhor. O LG Minibeam PH550G é por isso mais do que um projector. É uma televisão de bolso portátil, e faz praticamente tudo o que podemos esperar de um projector nesta classe e, quiçá, algo mais.

Funcionalidades completas num pacote compacto

PH550g

O LG Minibeam PH550G é tão pequeno que cabe numa mochila normal e ocupa menos espaço que a nossa marmita. Sabendo-o, a LG inclui na embalagem uma pequena sacola de transporte: a vocação do PH550G é mesmo estar disponível em todo o lado, em qualquer ocasião.

Apesar das dimensões pouco maiores que uma mão adulta, o LG Minibeam PH550G vem com uma gama completa de opções de conectividade, incluindo UBS, HDMI, cabo coaxial, entrada RGB de 15 pinos e jack de 3.5mm. Para lá destas entradas físicas, as opções de conexão via Wi-Fi ou Bluetooth também estão incluídas, o que significa que podemos ligar ao Minibeam essencialmente qualquer dispositivo que tenhamos em casa, desde o telemóvel para partilhar ecrã, até à box do serviço de TV. Claro que, com o cabo coaxial podemos simplesmente ligar-lhe uma antena externa TDT, e o Minibeam inclui um sintonizador de canais para ser verdadeiramente autónomo e substituir perfeitamente uma televisão, quer para ver a programação diária, quer para correr uns jogos na consola.

Em cada lateral, duas colunas de 1 Watt apresentam-se atrás das grelhas que também servem de refrigeração de um dispositivo que, pela natureza da sua operação, vai aquecer.

PH550g

Na base do LG Minibeam PH550G encontramos ainda dois pormenores francamente minúsculos, mas de uma importância crucial. O primeiro é o mais óbvio, e trata-se de uma rosca para colocar o projector num tripé banal, em qualquer local ou posição, enquanto o segundo é bem mais discreto: a perna frontal central desenrosca para se estender e permitir elevar o ângulo de incidência do dispositivo.

Características principais:

  • Resolução: 720p (1280×720)
  • Luminosidade: 550 lúmen
  • Contraste: 100,000:1
  • Dimensões da imagem: 25-100 polegadas
  • Lâmpada: RGB LED com 30,000 horas
  • Áudio 2×1 Watt
  • Bateria: 2.5 horas
  • Dimensões: 174 x 109.5 x 44 (650g)

Facilidade de utilização e configuração

Oé extremamente fácil de configurar, numa mesa, ou no tripé que foi a nossa opção favorita. A ligação à rede Wi-Fi da casa ou ao Bluetooth e Wi-Fi Direct do telemóvel foi fácil e rápida, em virtude de menus simples e bem condensados em termos de categorias de funções. Mesmo que acabe de abrir a caixa do Minibeam – assumindo que tem bateria – pode estar a utilizá-lo em dez minutos.

A navegação entre ficheiros de um disco externo é igualmente fácil, permitindo-nos ligar uma drive e explorar as fotografias das últimas férias.

Experiência de utilização

PH550g

As especificações do LG Minibeam PH550G indicam que podemos projectar um ecrã de 100 polegadas HD, com as 40 polegadas a 1,24m de distância a serem o padrão da imagem. A cerca de 2 metros da superfície de projecção, temos essencialmente uma televisão de 50 polegadas com resolução HD, e aqui em casa esta distância parece-nos o ideal para uma visualização, tanto no quarto, quanto na sala, onde o projector fica confortavelmente atrás do sofá.

De realçar que o LG PH550G tem – em teoria – uma capacidade de 550 lúmen, mas há aqui algumas veleidades na linguagem técnica em que a LG adoptou uma medição subjectiva que leva em conta a percepção que o olho humano tem da luminosidade, mais do que a luminosidade efectiva. Na prática, a LG parece ter modulado a imagem para as cores garridas criarem uma percepção de maior luminosidade e, mesmo com a sala a meia luz, o Minibeam sai-se extraordinariamente bem, quanto à percepção e qualidade da imagem.

Quando as coisas ficam mais escuras, os pretos começam a notar-se como cinzas luminescentes, mas o contraste das cores realça-se e a imagem parece ser bastante viva. De facto, não é injusto dizer que, à escala em que parecemos estar a ver um ecrã de cinema, o LG sai-se melhor que algumas salas de cinema. Quanto à qualidade da imagem aqui, se 720p são algo limitados para os dias de hoje, parecem-nos extraordinários para um projector deste tamanho e mais do que suficientes para vermos um bom filme de pipocas na mão. De realçar que o LG PH550G tem suporte para legendas externas porquanto tenham o mesmo nome do ficheiro multimédia que desejamos visualizar.

PH550g

A surpresa vem do som. Embora tentássemos visualizar alguns dos filmes com recurso a uma coluna externa igualmente portátil, o som estéreo de origem o projector mostrou-se bastante válido para podemos sacar do projector em qualquer lado sem nos preocuparmos com mais nada, isto numa sala que não seja bastante grande.

No lado da bateria, a LG indica que durará até 2.5 horas. Tipicamente isto dará para vermos um filme sem qualquer problema e foi essencialmente o que aconteceu em nossa experiência, mas há algo que notamos e isso é que, quando o Minibeam está ligado à corrente, a imagem é mais luminosa e mais agradável aos olhos em qualquer tipo de luz. Julgamos que, a funcionar em modo de bateria, o Minibeam procura sempre poupar energia na crucial emissão luminosa.

Em todo o caso, assumindo uma vida média de 2 horas e meia por cada carga, parece-nos uma duração de bateria perfeitamente razoável para utilização numa festa, por exemplo.

Finalmente, do lado da ventilação, quando o filme já vai longo e impõe ao projector maior esforço, podemos ouvir algo mais da ventoínha, mas verdade seja dita que mesmo os 30dB das especificações são praticamente impossíveis de ouvir a mais de um metro com um filme ou jogo movimentado.

Do lado mais relaxante, ao ligarmos um LG G5 ao LG Minibeam, ganhamos subitamente um ecrã de 50 polegadas onde jogarmos o mais recente The Room, ou o já expectável Real Racing 3.

Conclusão

Após várias horas de utilização do LG Minibeam PH550G, como ecrã de telemóvel, projector de filmes ou videoclips, continua a ser extraordinário o quanto podemos fazer com este dispositivo que não podemos fazer com uma televisão regular. Afinal, aqui até uma parede branca dá um bom ecrã, e podemos levá-lo para qualquer lado sem necessidade de mover a parede.

Por isso, não é de todo de excluir que, para muitas famílias, este projector possa substituir perfeitamente a televisão, quer numa base diária, quer nos momentos de festas que necessitam de completa reformulação do mobiliário caseiro, como um aniversário ou um Natal. O LG Minibeam estará perfeitamente à vontade num parede exterior durante uma festa nocturna, a passar vídeos de música, ou a projectar uma atmosfera no tecto para dar mais aura ao momento.

Se necessita de criar uma apresentação de slides com fotos e música para sua festa, casamento ou feriado infantil, utilize este programa para conversão. O programa suporta todos os formatos populares de áudio e foto. É muito simples, mesmo para iniciantes. Basta adicionar suas fotos ao programa, definir o intervalo e selecionar as faixas de música favoritas. Depois é só guardar a sua obra-prima em qualquer formato e reproduzir no projetor LG Minibeam.

Toda esta funcionalidade excepcional vem com algum custo: cerca de 400€. Mas bem vistas as coisas, este é o valor típico de uma televisão de 50 polegadas, e boa sorte em a conseguirem colocar na mochila para uma festa de aniversário com a família, ou a levar para o quarto para um serão preguiçoso. Ou conseguir sequer comprar por este preço uma televisão de boa imagem e conectividade comparável.

O LG Minibeam PH550G é, simplesmente, das coisas mais divertidas e de maior potencial familiar que já passaram pelas nossas mãos. Mesmo que não nos passe pela cabeça substituir uma televisão tradicional por um projector, ter um PH550G significa transcender as fronteiras impostas por um ecrã pesado e difícil de transportar e ter sempre à mão multimédia onde quer que estejamos, porquanto haja uma parede. Só precisamos do filme, do jogo, da companhia certa e do Minibeam PH550G para o divertimento começar.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia também

DualSense da PlayStation 5 funciona no Android e PCs

Os PCs e dispositivos Android garantem um bom suporte para diversos periféricos. Da lista fazem parte os comandos da Xbox e Stadia. No caso...

Play Store: instale já nos smartphones da Huawei com o Googlefier!

Não é surpresa que os dispositivos da Huawei e Honor lançados no ano passado não incluem os Google Mobile Services. É exemplo disso, o...

Os novos iPhone 12 usam um modem 5G ‘velhote’

Quando uma grande fabricante de smartphones como a Apple faz um lançamento, os consumidores estão obviamente à espera de encontrar os componentes mais modernos...

Confirmado – Tesla lançou o Full Self-Driving com um aviso!

Confirmado - Tesla lançou o Full Self-Driving com um aviso importante! - A Tesla criou grande parte da sua fama atual devido à performance...

Joga Fortnite no PC? O jogo ficou 60GB mais pequeno!

Durante os últimos tempos, temos assistido a uma serie de problemas relacionados com o tamanho dos jogos. Quer sejam na PS4 e Xbox One,...