Patapon Remastered: Ritmos musicais, estratégia e RPG

41393
0
Share:

O Patapon foi lançado para a Playstation portátil em 2008. Na altura do seu lançamento o jogo foi muito bem recebido tendo obtido reviews com scores elevados por parte de toda a imprensa. Na prática, foi aclamado por apresentar um gameplay inovador e um excelente design gráfico.

Mas será que a mais recente remasterização sobrevive ao teste do tempo? É o que vamos descobrir ao longo desta review.

Este é um jogo que não se pode encaixar num género específico visto que conjuga ritmos musicais, estratégia e RPG.

Patapon

O jogador encarna o papel de um poderoso deus que com o uso de quatro tambores (Pata, Pon, Chaka e Don) guia uma tribo de criaturas chamada Patapon. Estas pequenas criaturas foram escorraçadas do seu lar por outra tribo chamada Zigoton e cabe ao jogador  tomar a sua terra de volta.

O jogador é colocado em cenários variados, quer seja a caçar para juntar recursos quer em conflitos diretos com a tribo rival.

O que difere este jogo dos demais é a forma como se controlam os minions. Existem várias combinações de ritmos de tambores e cada uma delas faz com que os Patapons façam ações diferentes. Por exemplo, existe um ritmo para as tropas avançarem e outro para atacarem. Se o jogador conseguir combinar mais de dez combos rítmicos, os Patapons entram em Fever Mode e as habilidades defensivas e ofensivas ficam mais fortes.

No início do jogo começa-se com poucos Patapons e deste modo como poucos ritmos para os controlar. À medida que o jogo avança tem-se acesso a mais tipos de Patapons e a novos ritmos.

O jogador, ao completar missões, recebe loot que permite gerar novos soldados e fazer upgrade aos existentes com novas espadas, escudos e armaduras.

Em termos gráficos, o jogo adapta-se perfeitamente à Playstation 4. O jogo corre na Pro a 4k e no modelo base a 1080p. Seja qual for a versão da Playstation que optar por jogar o jogo, não vai ficar desiludido.

Estamos perante um verdadeiro remaster em que realmente todos os aspetos gráficos durante o gameplay foram melhorados, ou seja, o background, os Patapons e os monstros foram transportados para esta geração de consolas.

Penso que as cutscenes poderiam ter sido melhoradas porque num remaster que transpira tanta qualidade as cutscenes destacam-se pela baixa qualidade, mas tal não afeta a imersão do jogador no jogo.

Na minha opinião é um jogo que se mantém atual tanto pelas mecânicas rítmicas como pelos elementos de RPG que contém. A grande atualização gráfica é a cereja no topo do bolo que torna a Playstation 4 o melhor lugar para jogar Patapon!

Gráficos8.8
Jogabilidade9
Banda-Sonora9.3
Diversão9.1
Na minha opinião é um jogo que se mantém atual tanto pelas mecânicas rítmicas como pelos elementos de RPG que contém. A grande atualização gráfica é a cereja no topo do bolo que torna a Playstation 4 o melhor lugar para jogar Patapon!
9.1
Share:

Leave a reply