O som capturado pelos dispositivos da Apple, como o iPhone e iPad é bom, mas poderia ser muito melhor, especialmente no que diz respeito à captura de áudio muito específica, como som ambiente e instrumentos musicais. Se a música faz parte das vossas vidas, têm um dispositivo da Apple e procuram uma boa forma de capturarem som acústico com qualidade, então vão querer levar para casa o microfone que a Leak testou durante alguns dias.

01

Desenvolvido para dispositivos iOS, apesar de funcionar bem em alguns smartphones Android (como certos Samsung Galaxy), o iDevices MicW i456 é um microfone cardióide. Este nome que nos faz lembrar algo relacionado com o coração, não está de forma alguma relacionado com questões arteriais e o termo serve para classificar a directividade do microfone.

Recorrendo rapidamente à Wikipedia percebemos que os microfones quanto à sua directividade podem ser classificados como Omnidireccionais, Bi-direcionais, Cardióides e Super e Hiper-Cardióides.

cardioide

Os Omnidirecionais captam o som da fonte não importando a direção em que este chegue a sua cápsula, enquanto que os bi-direcionais captam o som igualmente no eixo da cápsula (0º e 180º), rejeitando o som que chega a 90º e a 270º.

Já os cardióides, o tipo de microfone no qual se enquadra o modelo que testámos, capta com maior eficácia os sons emitidos na sua frente. Assim que a fonte sonora se desloca do eixo central do microfone, a sua captação é reduzida. Desta forma, os sons vindos de trás não são captados ou são captados com pequena intensidade.

Para finalizar, os Super e Hiper-Cardióides captam além dos sons emitidos na sua frente, nomeadamente, parte dos sons emitidos na parte de trás. Isto é bastante útil para aumentar o ganho do som, sem que haja microfonia.

Resumidamente, o MicW i456 capta com maior eficácia os sons que à sua frente.

02

O kit que testámos inclui o microfone, propriamente dito e ainda clip para colarinho ou lapela, cabo extensor com 2m, caixa de transporte, base de instalação e cabo para ligação dupla (split cable).

03

O i436 tem um invólucro de alumínio que é uma peça de engenharia muito interessante. Para além de proteger o microfone de quedas, também funciona como suporte para o pequeno microfone, sendo que possui ainda uma ranhura que pode ser acoplado aos suportes standard.

04

O i436 foi desenvolvido para a gravação de instrumentos e opera com uma baixa frequência que começa nos 500 Hz e que se foca entre as médias e altas frequências. Este microfone funciona muito bem na captura de som proveniente de instrumentos de cordas, como a guitarra acústica. Já no que diz respeito à voz, não será a melhor opção, uma vez que pode parecer demasiado aguda.

05

Para utilizar o MicW i456 basta ligá-lo à saída para auscultadores do dispositivos iOS. Posteriormente poderá utilizar aplicações para captura o som como o Garage Band. Importa salientar que idealmente deverá utilizar este microfone num ambiente sem interferências. Por esse facto, convém que não tenha qualquer telemóvel por perto para que não existam quaisquer tipos de interferências.

06

exGostámos muito desta aposta que chega a Portugal pela mão da Smart Audio. Se tem uma guitarra e quer gravar com qualidade as suas performances acústicas, este microfone é o ideal para si. Importa salientar que a MicW disponibiliza diversos modelos para além do que testámos, sendo que pode encontrar mais informações em http://smartaudio.pt/marcas/micw/.

O MicW i465 pode ser adquirido num pacote simples com microfone e espuma de proteção por 95 euros, ou num kit que inclui ainda clip para colarinho ou lapela, cabo extensor com 2m, caixa de transporte, base de instalação e cabo para ligação dupla (split cable), com um preço recomendado de 129 euros.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.