(Review) Google Stadia: Será o fim das consolas e PC?

Tendo sido lançado há praticamente um ano, mas chegado a Portugal há apenas dois meses (Dezembro). O Google Stadia tem vindo a prometer muito, ao ser o primeiro grande serviço gaming baseado em streaming, com uma gigantes tecnológica por trás. Sim, é verdade que a Amazon, NVIDIA e Microsoft também estão dentro deste pequeno mundo, mas também é inegável que a Google tem bolsos fundos o suficiente para apostar neste mercado emergente, e aguentar até o futuro finalmente chegar.

No entanto, no outro lado da moeda, apesar do que disse em cima, a Google também é um bocado impaciente… Ou seja, quando as coisas não resultam no imediato, a Google rapidamente desiste dos projetos e os ‘mata’. Aliás, nos últimos dias ficámos a saber que o estúdio “first party” que iria criar exclusivos AAA para a plataforma Stadia já foi encerrado, o que claro está, já meteu muita gente a fazer contas à vida do serviço de streaming.

Ainda assim, já imaginou jogar Assassin’s Creed Valhalla no máximo das capacidades do título criado pela Ubisoft, no ecrã de um vulgar Xiaomi Redmi 7? Pois bem, eu tive a possibilidade de viver esta experiência, e soube mesmo a “futuro”.

No entanto, como nem tudo pode ser bom. Este serviço de Streaming de jogos também apresenta alguns problemas. Que nos fazem realmente pensar se vale de facto a pena ou não trocar a nossa PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X ou PC por este novo mundo.



Stadia: Em que dispositivos podemos jogar e o que precisamos para o fazer?

review google stadia

Portanto, o principal objetivo do Google Stadia é nada mais nada menos que tornar os cada vez mais populares e ‘mainstream’ videojogos, mais acessíveis a todos. Ou seja, sem que tenha que recorrer a uma consola de última geração, ou PC super poderoso, é possível jogar um título de topo. Como é por exemplo o caso de Cyberpunk 2077!

Assim, apenas precisa de ter um ‘ecrã’ para jogar qualquer jogo AAA no conforto da sua casa, ou até longe do seu sofá da sala. Estamos a falar da possibilidade de jogar em qualquer PC através do Google Chrome, através de um telemóvel, tablet, ou até Chromecast.

Muito basicamente, apenas precisa de uma boa ligação à Internet. Sendo que um dos maiores conselhos que lhe podemos dar é mesmo utilizar uma ligação com cabo de rede e não jogar através do Wi-Fi.

Os jogos

review google stadia

Tendo em conta que o serviço existe apenas há mais ou menos um ano… É normal o facto de não existirem assim tantos jogos quanto isso, disponíveis na plataforma. Além disto, os que existem, acabam por ser na sua maioria pouco conhecidos no mercado ‘mainstream’.

É algo que acaba por jogar contra o serviço, especialmente quando os gamers continuam tão enraizados no hardware das consolas e PC. No entanto, a nível de novos lançamentos, podemos dizer que o Google Stadia tem à sua disposição tudo aquilo que precisa. Como é por exemplo o caso de Assassin’s Creed Valhalla, Cyberpunk 2077, Madden NFL 21, Red Dead Redemption 2, Watch Dogs Legion, Destiny 2 e muitos mais.

Entretanto, se por acaso acha que o Stadia funciona basicamente como a Netflix dos jogos, está um pouco enganado. Afinal, este serviço funciona de duas formas distintas.

Ou seja, os utilizadores poderão optar por comprar jogos tal como já fazem em outras plataformas como a Steam, Epic Games Store ou PlayStation Store. Ou então, aderir ao pacote Stadia Pro (10€/mês), que basicamente dá acesso a uma lista de jogos limitada mas sempre crescente, usufruindo ainda de alguns descontos na aquisição dos restantes jogos.

Dito tudo isto, não será 10€ um preço exagerado para uma plataforma emergente? Afinal,podemos rapidamente comparar este serviço à PlayStation Now da Sony. Que estando também a 10€, apresenta uma lista de jogos disponíveis muito superior.

Stadia: Qualidade Gráfica

review google stadia

Esta é uma das perguntas mais solicitadas quando se fala no Stadia e nós já temos a resposta. Muito resumidamente, Afinal de contas, a qualidade de imagem é exatamente aquela que poderia esperar num PC ou consola. Contudo, também existem momentos de quebra ou instabilidade na ligação, que rapidamente nos traz para a realidade e nos fazer lembrar que estamos mesmo a jogar através da Internet, e que a nossa namorada acabou de começar a ver Netflix em 4K na sala ao lado.

Ainda assim, a experiência acaba por ser bastante positiva.

Stadia: Principais problemas!

review google stadia

Como nem tudo pode ser um mar de rosas, há que apresentar alguns dos defeitos que este serviço de streaming nos apresenta. Onde claro está, temos de salientar o clássico ‘lag‘, que não é “deal breaker”, mas que é obviamente notório em jogos mais exigentes e que precisam de comandos imediatos para não levarmos com um machado no focinho. Muito resumidamente, parece que existe um pequeno atraso entre a pressão do botão do nosso comando, e a resposta do jogo no ecrã.

Foi algo que notei imediatamente em Assassin’s Creed. No entanto, acabou por ser algo ao qual me fui habituando, passando a não fazer tanta diferença com o avançar da história do jogo.

Dito isto, enquanto no modo offline o lag é mais ou menos ultrapassável, a coisa rapidamente muda de figura no modo online. Sendo que por vezes dava por mim aos saltinhos no mapa em Sniper Elite, com uma quebra tremenda na resolução de imagem e um pouco sem saber o que fazer.

Stadia: Conclusão

review google stadia

Apesar de ainda apresentar alguns problemas bastante visíveis. Não deixa de ser realmente fantástico termos a possibilidade de jogar uma série de títulos de qualidade no nosso Smartphone ou Tablet. Isto claro está, sem gastar largas centenas de euros numa PS5, Xbox Series X ou um PC equipado com um Ryzen 5000 e uma RTX 30.

Antes de mais nada, temos de ter em conta que o Stadia não tem a intenção de ser a resposta imediata para jogar com toda a qualidade possível, sendo basicamente um bebé que tem de aprender a gatinhar, depois a andar, e finalmente a correr. É sem dúvida um serviço interessante, com muito para evoluir, e que vai ganhar muito com o acesso a novas tecnologias de comunicação como o 5G e a disseminação do Wi-Fi 6 e 6E.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Alexandre Pereira
A tecnologia é um mundo que gosto de estar sempre a descobrir. Interesso-me por todos os temas, embora os jogos sejam a minha praia. Prometo trazer-vos todos os dias as melhores novidades que encontrar.

Leia também

pub