Inicio Reviews Review Alcatel Pop 4S: verdadeiro Super Pop

Review Alcatel Pop 4S: verdadeiro Super Pop

A Alcatel está em fase ascendente, com a renovação do seu alinhamento de produtos para incluir uma nova geração de dispositivos com características muito completas e preços agressivos.

O Alcatel Pop 4S é um desses dispositivos que surpreende pela positiva e nos traz características absolutamente raras neste segmento de preço, afirmando-se como um smartphone completo por um preço acessível.

O epíteto de super Pop não é exagerado.

 

Características principais

O Alcatel Pop 4S chega com a vocação de ser um smartphone polivalente, mais do que particularmente potente. O seu intento é muito claro: dar ao utilizador uma experiência global de utilização, e por isso a Alcatel não se esqueceu do leitor se impressões digitais, da tecnologia NFC ou do ecrã Full HD, cada vez mais um elemento em alta procura por parte dos consumidores.

O seu maior compromisso é nos 2GB de RAM e 16GB de armazenamento expansível. Aqui gostaríamos sem dúvida de algo mais, já que os 32GB se têm vindo a generalizar no segmento.

Por outro lado, o MediaTek MT6755M (Helio P10) será dos processadores mais capazes que encontramos neste mercado, com oito eficientes núcleos A53 a uma frequência máxima de 1,8GHz. É o mesmo processador que já conhecemos de dispositivos como o Sony Xperia XA e se mostra tremendamente capaz em tudo menos na economia energética, fruto de processo de fabrico a 28nm já algo desfasado.

Integra no entanto algumas tecnologias interessantes, como LTE de categoria 6 ou processador de sinal digital TrueBright ISP para melhor prestação da câmara.

A bordo, o Android Marshmallow assegura que o Alcatel Pop 4S permanece um smartphone actual.

 

  • Processador: Mediatek MT6755M @1,8GHz
  • Gráfica Mali-T860
  • Memória: 2GB de RAM e 16GB de armazenamento
  • Ecrã: IPS LCD 5.5 polegadas FHD
  • Câmara principal: 13MP, abertura f/2.0, foco por detecção de fases, flash dual LED, vídeo FHD
  • Câmara frontal: 5MP, vídeo Full HD
  • Bateria: 2960mAh
  • Leitor de impressões digitais: sim
  • Memória expansível: sim
  • Dual SIM: sim
  • Rádio: sim
  • NFC: sim

Na caixa

É na caixa que o Alcatel Pop 4S começa a justificar o seu preço, com a inclusão de um par de auscultadores do tipo auricular com borrachas de diversos tamanhos. A inclusão é bem pensada, num mundo onde os auscultadores quase desapareceram desta gama de preço, ainda mais se considerarmos que possuem qualidade muito razoável.

Encontramos ainda cabo USB e carregador.

 

Design, construção e ergonomia

O Alcatel Pop 4S tem um design extremamente atraente e cuidado. Os designers da Alcatel merecem uma palmada nas costas por criarem linhas e contornos interessantes, mesmo num dispositivo integralmente em plástico, material que tem caído no desfavor dos consumidores.

Leitor de impressões digitais e teclas iluminadas são uma absoluta raridade no segmento.
Leitor de impressões digitais e teclas iluminadas são uma absoluta raridade no segmento.

 

Com o friso cromado e o acabamento da traseira com uma pintura que replica o metal escovado, o Alcatel Pop 4S consegue manter um certo nível de classe que o friso cromado em torno do terminal realça.

A traseira ainda abate apreciavelmente para as laterais, gerando uma espessura visual significativamente mais estreita que a grossura real do dispositivo.

Na frente, o ponto de destaque é o leitor de impressões digitais, com uma estética algo Samsung e que duplica como atalho para o ecrã principal, significando que tem de primeiro ser pressionado.

Nas laterais deste sensor temos as usuais teclas de navegação do Android, com um acrescento digno de nota: são iluminadas.

Deste modo, não importa qual o nível de luminosidade ambiente, as teclas estão sempre visíveis. É um excelente toque.

Atrás, encontramos o módulo fotográfico, flash e altifalante que é bem mais capaz do que poderíamos adivinhar pelo seu aspecto discreto.

Na lateral encontramos os botões para bloqueio e controlo do volume. Temos aqui as nossas maiores reservas em termos de ergonomia.

Em virtude dum ecrã de margens generosas, o Alcatel Pop 4S é algo mais volumoso do que seria desejável. Não é um problema maior do que na generalidade dos phablets deste valor, mas a colocação das teclas parece-nos excessivamente alta na lateral. Em particular, a tecla de bloqueio encontra-se praticamente no canto superior direito e inacessível ao polegar sem um reposicionamento da mão.

Não será tão problemático se segurarmos o terminal com a mão esquerda, caso em que o indicador estará perto da tecla. Mas estaria igualmente se esta se encontrasse numa posição que tornasse o dispositivo mais ergonómico.

  • A reter: o Alcatel Pop 4S consegue ser uma afirmação estética interessante, apesar dos materiais utilizados. O posicionamento das teclas laterais é infeliz. 

 

Ecrã

É inquestionavelmente um dos pontos mais interessantes do Alcatel Pop 4S. O ecrã de 5.5 polegadas vem com resolução FHD e promete excelentes características para multimédia e jogos, com boa nitidez e capacidade de detalhe.

O Alcatel POP 4S é um dual SIM e Dual Standby, que permite ter dois SIM activos mesmo durante uma chamada.
O Alcatel POP 4S é um dual SIM e Dual Standby, que permite ter dois SIM activos mesmo durante uma chamada.

Em seu detrimento, as margens laterais são bastante expressivas, em consonância com o segmento de mercado. Isto tem o resultado de aumentar as dimensões do terminal, como discutimos já anteriormente.

Na prática, a maior lacuna do ecrã são os ângulos de visão modestos e a luminescência dos negros, gerando cinzentos que cortam rapidamente o contraste.

No entanto, o ecrã tem grandes méritos para ebooks e vídeos, onde as suas dimensões são extremamente bem-vindas. Em particular, a utilização de teclas capacitativas significa dimensões reais generosas e uma área de trabalho excelente para produtividade, sendo raro encontrar boas ideias destas neste orçamento.

  • A reter: o ecrã do Alcatel Pop 4S mostra lacunas nos negros e em condições exteriores, mas a resolução é excelente para ebooks e outros conteúdos gráficos. 

 

Software

O Alcatel Pop 4S chega-nos com o Android 6.0 Marshmallow, e este é definitivamente um ponto a seu favor. Mais seguro e eficiente, o Marshmallow é igualmente mais intuitivo e funcional que o Lollipop.

A Alcatel integra pouco bloatware e temos praticamente uma versão stock. Quem quiser brincar um pouco com as fotos pode aplicar filtros da Polaroid, e temos igualmente o Avast a bordo.

Algumas funções úteis foram integradas, como o toque duplo para acordar o ecrã e verificar as notificações, ou então para bloquear o ecrã, o que permite controlar a posição desadequada da tecla de bloqueio.

Pressionar longamente na roda dentada das definições rápidas também nos permite acrescentar o sintonizador de UI às definições, para ajustar algo mais a interface, por exemplo alterando as apps que surgem nas definições rápidas.

Algumas funcionalidades não são tão óbvias e encontram-se enterradas nas Definições.

Por exemplo, nas Definições do ecrã encontramos o item MiraVision que esconde o modo de leitura ou filtro de luz azul, aka saúde ocular. Pontos extras para a Alcatel por permitir que este item seja calibrado para não ter uma tonalidade tão amarela.

No entanto, diversas das possibilidades do MiraVision não podem ser utilizadas.

Do lado das impressões digitais, é uma pena que o leitor não seja verdadeiramente multifunções, mas temos a opção de configurar duas impressões para acesso rápido a um igual número de aplicações. “uma reunião no dia 05? Deixe-me marcar no calendário.”

Assim tão fácil.

Contamos ainda com um optimizador de sistema. Não é o mais completo que passou pelas nossas mãos mas permite gerir de modo intuitivo as aplicações em segundo plano e as que se iniciam no arranque.

A partir do optimizador podemos ainda libertar memória e limpar o armazenamento. Interessante é a possibilidade de optarmos por um perfil de poupança configurável ao sabor das necessidades do utilizador.

Portanto, não tivemos problemas frequentes com bugs, e a UI parece na globalidade muito bem optimizada se bem que, visualmente algo básica. Para muitos, uma virtude.

  • A reter: A UI do Alcatel Pop 4S é praticamente baunilha, sem vícios e com alguns interessantes segredos escondidos. 

Performance

A Alcatel prima por uma interface pouco alterada face ao Android stock, praticamente sem bloatware. Em resultado disto, temos uma interface extremamente capaz e fluida.

O Helio P10 é excelente nestas circunstâncias e tem capacidade para ser solicitado sem atingir logo os seus máximos. Em termos de produtividade, conseguimos por isso mesmo uma utilização fluida e competente, embora os 2GB de RAM não permitam demasiadas ambições multitasking. A memória encherá rapidamente.

As suas fraquezas notam-se rapidamente, no entanto, quando atacamos com jogos graficamente intensos. No Total War Battles: Kingdom, jogo de estratégia onde as animações gráficas do mundo do jogo mantém a gráfica em cheque, a jogabilidade é visivelmente soluçante, sem chegar a complicar por demais as acções do utilizador.

 

O Alcatel Pop 4S é caixa jogos extremamente exigentes, desde que mantenhamos os gráficos controlados.
O Alcatel Pop 4S encaixa jogos extremamente exigentes, desde que mantenhamos os gráficos controlados.

A opção pelas definições mais modestas dos gráficos será sempre imperativa – aqui e noutros jogos – de forma a podermos aproveitar mesmo os jogos mais evoluídos com fluidez de animações.

Neste caso, quer o mencionado Kingdom, quer jogos como Oddworld, permitem uma boa experiência.

Ponto a melhorar é o leitor de impressões digitais. Não desbloqueia o ecrã tão depressa quanto desejaríamos, algo potenciado por termos de primeiro pressionar o botão, que duplica como atalho para o ecrã principal, e que é algo pesado na pressão que exige.

  • A reter: o Alcatel Pop 4S tem performance suficiente para uma utilização folgada e só fraqueja quando os gráficos são puxados a sério. 

 

Áudio

Ao contrário do que é normal nesta gama de preço, o altifalante do Alcatel Pop 4S é um portento, pelo menos em termos de decibéis. No mínimo, o altifalante equivale bem aos settings médios de dispositivos equivalentes.

A qualidade geral é mediana, mas o volume compensa com a capacidade para ouvirmos bem vídeos e chamadas.

A telefonia mantém esta toada, e o Alcatel Pop 4S não desiludirá quem quer fazer as suas chamadas com alguma qualidade.

Já os auscultadores, não sendo JBL como nos Alcatel de gama, são bastante razoáveis em termos de som, se bem que lhes falte aquela diversidade tonal que só se consegue pagando. Como são de borrachas, ajustam-se confortavelmente aos ouvidos e são o tipo de peças com que a maioria dos compradores irá satisfazer-se até ser necessário substitui-los mais ao longo da estrada.

  • A reter: o altifalante é um ponto positivo pelo seu volume. A qualidade do som geral é bastante aceitável para o segmento. 

 

Câmara

Aqui a nossa experiência quanto à câmara do Alcatel Pop 4S salda-se como algo agridoce. Por um lado, em condições ideais, a câmara dá resultados e sabemos, ao disparar, que teremos uma boa imagem em mãos.

Isto já nos parece expectável com câmaras da Alcatel. No ecrã, as imagens não têm vícios e apresentam cores naturais que serão do agrado de muitos.

Nas zonas de contraste elevado, as auréolas não particularmente ofensivas e o tratamento jpeg gera imagens de bom contraste e detalges definidos. Nos cantos surgem os tradicionais problemas de desfoque e aberrações cromáticas, mas sem serem piores que na generalidade dos Smartphones. É apenas uma consequência do favorecimento de câmaras com grandes ângulos de visão.

O que não nos enche as medidas é a app. Face à que encontramos no Idol 4S, é fundamentalmente pouco intuitiva e deixa poucas alternativas para controlamos fora do estritamente automático. Temos os modos de cena, evidentemente, mas controlar a exposição e o ISO leva-nos a dois menus diferentes, e não conseguimos controlar o tempo de exposição para obter uma imagem mais escura naquelas situações onde, de outro modo, obteremos imagens de má qualidade graças à pouca luz, situação em que o ruído sobe e a gama dinâmica desce a pique.

A câmara parece fundamentalmente mais capaz do que a app que não nos permite domesticar todo o seu potencial.

[carousel ids=”39977,39976,39975,39973,39972,39971″]

  • A reter: a câmara do Alcatel Pop 4S é excelente para o fotógrafo point-and-shoot, mas a app é demasiado limitada na hora do olho humano assumir o controlo. 

 

Bateria

A bateria do Alcatel Pop 4S não é surpreendente nem fraca. Os seus 2960mAh são suficientes para a considerarmos generosa.

Em particular, em standby dura horas a fio com um comportamento fora de série, enquanto outros dispositivos drenam a bateria a um ritmo apreciável.

Em utilização quotidiana normal, se não puxarmos demasiado pela rede de dados e jogos, conseguimos que a bateria aguente a melhor parte de um dia.

 

Conclusão

Não restam muitas dúvidas de que o Alcatel Pop 4S é dos smartphones mais agressivos do mercado na sua gama de preço. A construção em plástico não será certamente do gosto de muitos consumidores rendidos ao metal e vidro, mas as suas características são francamente positivas para o segmento: leitor de impressões digitais, ecrã FHD e processador octa-core, além de software com algumas implementações cuidadas e uma câmara interessante.

O Alcatel Pop 4S afirma-se assim como um smartphone bastante completo, que nos coloca nas mãos do público menos sujeito a abrir os cordões à bolsa um smartphone que não lhes deixará com a sensação de que algo falta. É um simulacro de topo-de-gama ao qual falta cavalagem debaixo do capô, mas para o público a que se destina será dos dispositivos mais potentes e polivalentes ao seu dispor.

Para quem procura um phablet com ecrã FHD para ver bons filmes e ler bons livros, o Alcatel Pop 4S tem o essencial e ainda mais.

  Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

1 COMENTÁRIO

Leia também

MIUI 13: estes são os smartphones Xiaomi que vão receber!

A interface da Xiaomi, a MIUI, é sem dúvida uma das melhores. Não só pelo design clean e com alguns elementos inspirados na Apple,...

Galaxy Buds Beyond: são estes os novos auriculares da Samsung?

A Samsung está a preparar-se para um evento Unpacked no início de Janeiro. Aí, a gigante coreana deve apresentar a gama Galaxy S21 mas...

Black Friday Super Sale: Oferta do Windows 10 e Office por um preço louco!

Está preparado para uma das maiores oportunidades desta Black Friday? Então aproveite agora mesmo esta grande novidade integrada na GoDeal24.com Black Friday Super Sale!...

Samsung retoma o update One UI 3.0 beta para o Fold 2!

Outro dia referimos na Leak que a Samsung suspendeu o update One UI 3.0 Beta para o Galaxy Z Fold 2. Isto devido a...

Huawei: finalmente as lentes líquidas estão a caminho do P50!

Não é a primeira vez que falamos de lentes líquidas na Leak associadas à Huawei. De facto, já muito se falou mas ainda nada...