Inicio Android Queda e regresso da Nokia: Afinal o que aconteceu?

Queda e regresso da Nokia: Afinal o que aconteceu?

A Queda e Regresso da Nokia – Quando o iPhone chegou ao mercado em 2007, e posteriormente tivemos uma autêntica inundação de smartphones Android em 2008… Tudo mudou na indústria dos telemóveis! As antigas fabricantes dominantes, como a Nokia e BlackBerry, começaram a ficar para trás, não conseguindo inovar (ou repensar os seus produtos) a tempo de apanhar o comboio que já ia a todo o gás.



Mas neste tema, a marca mais interessa é inegavelmente a Nokia, que era basicamente a gigante a vencer na altura! No entanto, como se costuma dizer… Quanto mais alto for, maior é a queda. Por isso, a gigante Filandesa rapidamente se viu num período de estagnação e posteriormente de queda! Não conseguindo assim manter a sua posição dominadora, e claro, acabando por ser comprada pela Microsoft.

Uma empresa que na altura viu uma grande oportunidade de entrar no mercado, com o seu próprio Sistema Operativo Windows Mobile.

Então… Como é que agora vemos tantos smartphones Nokia com Sistema Operativo Android?

Regresso da Nokia

A história é bastante interessante, com um misto de aquisições, más escolhas e negócios de licenciamento… Por isso, vamos ver o que afinal aconteceu!

Queda e Regresso da Nokia – Quem cai, ‘morre’ ou levanta-se!

Para perceber o regresso da Nokia, temos de perceber como é que a empresa ‘caiu’! E porque razão vendeu o seu departamento mobile à gigante Microsoft. Dito isto, um bom ponto de partida, é o ano de 2010, quando Stephen Elop foi apontado como CEO da empresa.

Caso não saiba, antes disto, Elop era o ‘chefe’ da divisão de negócios da Microsoft, sendo responsável por vários projetos como o Microsoft Office.

Nesta altura, o primeiro iPhone já tinha sido lançado há três anos, e o primeiro Android há dois anos. No entanto, a Nokia continuava a apostar no Sistema Operativo Symbian, que continuava a dominar o mercado com uma quota de 37%… Contudo, de forma bastante curiosa, antes de tudo isto, a Nokia até se estava a preparar um novo SO, para tomar o lugar do Symbian, de seu nome MeeGo!

Pois… Mas em 2011, Stephen Elop enviou o agora afamado memo ‘Burning Platform’!

Regresso da Nokia

Portanto, numa carta com quase 1300 palavras, o então CEO da Nokia, comparou o Sistema Operativo Symbian a uma plataforma de queima de óleo! Afirmando que a empresa necessitava de desistir deste So o mais depressa possível, para conseguir sobreviver no mercado.

Além disto, Elop ainda partilhou a sua desilusão com o Symbian e MeeGo, dizendo que “O primeiro iPhone foi lançado em 2007, e nós ainda não temos um produto que chegue aos calcanhares da sua experiência de utilização.

Aqui pode ler um excerto da carta:

“A batalha de aparelhos, passou agora a ser uma guerra de ecossistemas! Onde não só temos de incluir o hardware, mas também o software de cada aparelho. Ou seja, os programadores, aplicações, e-commerce, anúncios, pesquisa, aplicações sociais, serviços baseados na localização, etc… Os nossos competidores não nos estão a roubar quota de mercado com os seus aparelhos, mas sim com os seus ecossistemas.

Vamos ter de decidir, se construímos um ecossistema de raíz, ou se nos juntamos a um já existente.”

Queda e Regresso da Nokia – O telemóvel Windows

Pois bem, Elop mencionou que a Nokia iria anunciar uma nova estratégia no dia 11 de Fevereiro… Sendo exatamente nesta data que a empresa anunciou uma parceria com a Microsoft.

Regresso da Nokia

Com esta nova parceria, a Nokia meteu toda a sua confiança no Sistema Operativo Windows Phone! Assim, o MeeGo ficou em segundo plano, chegando ao mercado apenas pela mão do Nokia N9. (Similarmente, o último telemóvel Symbian foi o Nokia 808 em 2012.)

Entretanto, Elop veio a público dizer que a Nokia quis usar o Sistema Operativo da Microsoft, para se diferenciar dos restantes rivais… Assim, tivemos o primeiro primeiro Nokia Windows Phone, o Lumia 800, lançado em Novembro de 2011.

Caso não saiba, as vendas deste e de outros aparelhos similares foram boas no seu lançamento! Mas a concorrência do iPhone e de todos os smartphones Android já no mercado era cada vez mais uma problema para a Nokia. Por isso, devido a todo o investimento e ‘guerras internas’, quando a gama Lumia começou a ter resultados aquém do esperado, a Nokia começou a ficar muito perto da banca rota.

Por fim, em Setembro de 2013, a Nokia anunciou que iria vender a sua divisão mobile à Microsoft! Como parte do acordo, o CEO Stephen Elop, iria voltar à sua antiga empresa. Interessantemente, antes da venda ser oficializada em Abril de 2014… A Nokia anunciou uma linha de smartphones Android, denominada de Nokia X! Mas este esforço foi rapidamente ‘morto’ pela Microsoft.

Queda e Regresso da Nokia – Licenciamentos e a HMD Global

Regresso da Nokia

Devido ao acordo com a Microsoft, a Nokia já não podia vender smartphones utilizando a sua própria marca! (Pelo menos até ao fim de 2016)

Mas isto não parou a Nokia de ir atrás de outros segmentos de mercado… E assim, alguns dias depois da venda, começou o desenvolvimento do tablet Nokia N1.

Regresso da Nokia
Tablet Nokia N1

Em Novembro de 2014, Ramzi Haidamus (presidente da Nokia), explicou que a empresa iria começar a licenciar a Marca ‘Nokia’ a outros fabricantes.

Assim, logo no dia seguinte, o tablet Android Nokia N1 foi anunciado com design Nokia, mas fabricado pela Foxconn.

Em suma, o N1 foi lançado em Janeiro de 2015, mas até ao fim do ano, não houve qualquer anúncio acerca de novos lançamentos ou produtos em desenvolvimento… Então, em 2016, a Microsoft decidiu vender o negócios de ‘feature phones’ à FIH Mobile e HMD Global. Ao mesmo tempo, a Nokia anunciou uma parceria com a HMD Global, fazendo desta a única fabricante com permissão da Nokia para usar a sua marca em smartphones.

Assim, o primeiro aparelho Nokia ‘by HMD’ foi o Nokia 150, um telemóvel básico de 26$. Posteriormente, em Janeiro de 2017, o tivemos o Nokia 6. Entretanto, na MWC desse ano, a HMD Global anunciou ainda o Nokia 5, Nokia 3 e um novo Nokia 3310.

Queda e Regresso da Nokia – A ‘Verdadeira’ Nokia

Regresso da Nokia

Se leu o artigo até aqui, já deve ter percebido que os telemóveis Nokia… Não são bem Nokias ‘Verdadeiros’, mas sim produtos da HMD Global que usam o nome da antiga fabricante. Afinal de contas, a antiga divisão mobile da Nokia, ainda faz parte da Microsoft… (Apesar desta já ter desistido deste mercado)

No entanto, na base da HMD, encontramos vários veteranos Nokia, e curiosamente, também tem sede na Finlândia! O país natal da marca.


O que pensam sobre isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo! Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia também

Hoje ficámos a saber mais sobre o ecrã do Galaxy S21 Ultra!

Um analista muito conhecido do mundo Samsung acabou de partilhar alguma informação acerca do ecrã que irá chegar ao mercado pelas mãos do Galaxy...

AMD Radeon RX 6800 XT: a nova pedra no sapato da Nvidia!

Como se costuma dizer a AMD colocou toda a carne no assador. Dito isto, hoje já demos destaque à AMD Radeon RX 6900 XT....

AMD Radeon RX 6900 XT: a derradeira arma contra a Nvidia!

A AMD Radeon RX 6900 XT foi oficialmente anunciada. Na prática representa a maior arma da AMD contra a rival Nvidia e uma bela...

Galaxy Watch Active 2 recebe mais uma prenda do Galaxy Watch 3

A Samsung lançou um novo update para o Galaxy Watch Active 2 e o aspeto interessante é que chega com mais uma funcionalidade do...

O iPhone 12 tem carregamento inverso… Mas é só para a Apple!

Ao que tudo indica, os novos iPhone 12 têm mesmo a capacidade de carregar outros aparelhos sem fios. Informações que chegam agora à Internet...