Inicio Especiais Redes sociais cada vez mais utilizadas enquanto vemos TV

Redes sociais cada vez mais utilizadas enquanto vemos TV

Os resultados do estudo anual do ConsumerLab da Ericsson apresentados no “TV & Video Consumer Trend Report 2012” (Relatório de Tendências de Consumo de Televisão & Vídeo 2012) revelam que a televisão social está a tornar-se num fenómeno de mercado.

62% dos consumidores utilizam as redes sociais enquanto vêem televisão semanalmente, um aumento de 18 pontos percentuais num ano. Em termos de género, 66% das mulheres têm este comportamento, em comparação com 58% dos homens. 25% dos consumidores utilizam as redes sociais para debater os programas de televisão que vêem e enquanto estão a vê-los.

Niklas Rönnblom, Ericsson ConsumerLab Senior Advisor, refere: “Os dispositivos móveis são uma parte importante na experiência de televisão, uma vez que 67% dos consumidores usam smartphones, tablets ou laptops para ver TV e vídeo. Além disso, 60% dos consumidores afirma utilizar serviços on-demand com regularidade semanal. Ver televisão em movimento é uma tendência que ganha cada vez mais popularidade, e 50% do tempo despendido a ver televisão e vídeo no smartphone é feito fora de casa, onde a conectividade através de banda larga móvel está a facilitar este aumento”.

Embora os comportamentos e a procura estejam a mudar, apenas 7% dos consumidores consideram reduzir as suas subscrições de TV no futuro. De facto, os consumidores não pensam em cortar custos e preferem pagar mais para ter uma experiência de visualização melhorada: 41% dos consumidores afirmam estar dispostos a pagar por conteúdos de TV e vídeo em HD.

Mais de metade dos consumidores quer ter a possibilidade de escolher os seus próprios conteúdos de TV e vídeo. Rönnblom explica: ”Com o aumento do número de ecrãs e de serviços, os consumidores esperam avidamente por um serviço agregado e de fácil utilização, que possa oferecer tudo junto. Um serviço que permita aos consumidores combinar TV linear e on-demand, incluindo conteúdos em directo, facilidade na descoberta de conteúdos, tirar proveito do valor da televisão social e possibilitar acesso contínuo através dos diferentes dispositivos”.

Os dados foram recolhidos no Brasil, Chile, China, Alemanha, Itália, México, Coreia do Sul, Espanha, Suécia, Taiwan, Reino Unido e Estados Unidos da América. Ao todo, foram realizadas 14 entrevistas qualitativas e 12.000 entrevistas quantitativas online, representando mais de 460 milhões de consumidores.

Pode aceder ao Relatório completo de Tendências de Consumo de Televisão & Vídeo 2012 em:

http://www.ericsson.com/res/docs/2012/consumerlab/tv_video_consumerlab_report.pdf Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

Google anuncia um novo Chromecast com Google TV

Hoje é o primeiro dia de Outubro. Um mês que deve trazer muitas novidades em termos tecnológicos, com um dos grandes destaques a ir...

COVID-19: é perigoso receber encomendas vindas da China?

Passado tantos meses depois do início da pandemia, o mundo continua a estar alerta com as devastadoras e fatais consequências do famoso coronavírus! Afinal...

Google Fotos acaba de receber uma grande novidade no Android!

O Google Fotos é uma aplicação imprescindível em qualquer smartphone. É que graças a ela nunca perdemos qualquer fotografia ou vídeo. Fica tudo armazenado...

Samsung Galaxy A42 5G: renderizações estão na Internet!

A Samsung está a apostar forte nos smartphones 5G. Especialmente no campo da gama média. O primeiro passo foi dado com o Galaxy A51...

NVIDIA resolveu o problema das RTX 30! (Mas baixou as frequências)

Como deve saber, o (reduzido) stock de placas RTX 3080 está a dar problemas a quem fez tudo por tudo para conseguir meter as...