Quer um carro elétrico? Esta é a forma mais barata!

Sabia que para ter um carro 100% elétrico, não é obrigatório ter de mudar de carro? Sim, já existem formas de retirar todos os elementos mecânicos da sua viatura a combustão, e trocá-los por um sistema de propulsão elétrica.

É algo que já se faz em Portugal, e que pode ter um tremendo potencial paro o curto/médio prazo. Tanto para os condutores, como também para as oficinas.

Quer um carro elétrico? Esta é a forma mais barata!

Golf, GTE, Híbrido, Carregar, elétrico

Portanto, qual é o maior entrave à troca de um veículo a combustão para um 100% elétrico? É o seu preço, claro. Afinal de contas, em média, um carro 100% elétrico é ainda cerca de 6~10 mil euros mais caro, face ao seu modelo equivalente a gasolina ou gasóleo. Sendo exatamente por isso que começa a existir uma aposta na reconversão elétrica.

Ou seja, é possível pegar no seu carro, que entretanto já desvalorizou uma batelada, e transformá-lo num veículo completamente novo, agora movido a partir de uma motorização elétrica. Ao mesmo preço que se calhar serve de diferença entre um carro novo a gasóleo, e um novo 100% elétrico.

- Advertisement -

É algo que pode fazer ao seu carro do dia-a-dia, que usar para levar os miúdos à escola, ou para ir para o empresa. Mas que também pode fazer num carro mais clássico, que está a apanhar pó na garagem lá de casa.

Curiosamente, é algo que não é assim tão caro quanto isso, e que até já se faz em Portugal.

É também uma solução para o futuro, caso o seu atual carro dê o berro de hoje para amanhã, e por isso seja obrigado a trocar para uma outra solução a combustão. Visto que ainda é um tanto ou pouco complicado saltar diretamente para um elétrico novo, nos dias que correm.

O que é a Conversão de um veículo a combustão para um veículo elétrico?

A conversão de um veículo a combustão para elétrico é um processo de alteração da motorização, para um novo sistema 100% elétrico, com posterior legalização junto do IMT.

Esta alteração trás algumas vantagens! 

  • Sistema de propulsão novo com zero kms, nova garantia na bateria e nos restantes componentes;
  • Autonomia da bateria em função do orçamento ou distância necessária;
  • Deixará de pagar anualmente o IUC, no caso de empresa, ainda recupera a totalidade do IVA e não terá custos via IRS das aquisições de viaturas novas em sede de IRS;
  • Menor consumo energético, o motor elétrico é mais eficiente que o motor a combustão (+70%);
  • Menor custo de combustível, pode ir até 70% menos;
  • Menor poluição de gases efeito de estufa e sonoros;
  • Menor custo na manutenção preventiva e corretiva, pode ir até 80% menos;
  • Recuperação do investimento em 1 ou 2 anos em função da bateria escolhida e kms percorridos;

Isto já se faz em Portugal? Quanto custa?

Sim, já existem oficinas especializadas capazes de fazer esta transformação tão estranha, mas aparentemente tão interessante. Já temos os exemplos da EVolution ou da Performcar. Que além de reconversões (mais de 30 bem sucedidas em Portugal), são também capazes de reparar, e reaproveitar baterias.

Porém, não existe ainda um kit comercial, pronto para todos os veículos. Ambas as oficinas têm de analisar caso a caso, e construir a sua própria solução 100% elétrica para o veículo em questão.

O orçamento final para converter uma viatura 100% elétrica depende sempre do tamanho da bateria, potência do motor, etc… Pode ir dos 10 mil euros, até aos 20 mil ou 30 mil.

Ainda assim, será sempre muito mais barato que a compra de uma viatura nova equivalente, e claro, tem um carro à sua medida.

É rápido?

Depende sempre do período de desenvolvimento da solução para o veículo em causa. A montagem é fácil. Perceber para onde vai tudo dentro do corpo do automóvel é menos fácil.

Nos casos já feitos pela oficina, e a sua equipa, pode demorar entre um par de semanas, até um par de meses, dependendo se o modelo em questão é uma novidade, ou já teve uma solução pensada, e implementada.

É seguro? 

Sem dúvida, a reconversão tem em conta o peso total do ‘novo’ veículo, e caso exista um aumento de potência, tudo o resto é também reforçado, como é o caso da suspensão, e do sistema de travões.

É fácil legalizar? Passa na Inspeção?

Homologar este tipo de veículo é supostamente simples. O IMT garante um tempo de aprovação a rondar os 22 dias úteis. Porém, não existe ainda uma equipa especializada para este processo, e como tal, esta estimativa pode variar (muito). O processo de homologação custa cerca de 150€.

Qual é a vantagem?

Pois bem, os condutores ganham um carro elétrico à sua medida (fica com o carro que quer, e não o elétrico que pode ter), as oficinas ganham porque se viram para uma nova forma de fazer as coisas, e claro, ganha o ambiente, que vê desaparecer muitas máquinas extremamente poluentes.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.