Qual é a razão para 8Gb ser o ‘standard’ nos smartphones e PC?

O ‘standard’ de memória RAM está sempre a mudar, ou como quem diz, tem vindo sempre a aumentar à medida que o mundo da computação também ele evolui. Afinal de contas, não foi assim há tantos anos que os PCs tinham apenas 640K de memória RAM, visto que este era o máximo que o DOS conseguia endereçar.

Posteriormente, depois destes tempos mais primitivos, tivemos pequenas subidas para 1MB, 4MB, 16MB, etc… Pouco tempo depois já andávamos nos 512MB, 1GB, 2GB, 4GB, e por aí fora. Hoje em dia, os 8GB já não são bem o standard no mundo dos PCs, sendo uma quantidade de memória RAM muito popular nos portáteis entrada de gama, ou claro, smartphones.

Mas porquê 8GB? Vamos tentar perceber.

Qual é a razão para os 8Gb serem o ‘standard’ nos smartphones e PC?

8Gb

Portanto, de forma extremamente curiosa, na altura, quando os computadores começaram a ser uma presença na casa de qualquer um de nós, qualquer capacidade de memória parecia suficiente… Mas pouco tempo depois, já era MUITO insuficiente.

Era uma subida quase exponencial, que entretanto ficou mais lenta, especialmente nos tempos que correm em que a computação na Cloud está a ganhar cada vez mais importância, retirando importância ao hardware local.

8GB? Vamos por partes.

O aumento da memória RAM tem sido estável desde a adoção da arquitetura Von Neumann. Ou seja, os primeiros computadores mediam bytes, enquanto os primeiros computadores pessoais já mediam kylobytes. Entretanto, quando começámos a ter interfaces gráficas, começámos a medir em megabytes. Hoje em dia, com ecrãs gigantes, e resoluções HD, medimos em Gigabytes. Isto vai continuar a subir, virtualmente até ao infinito.

Quanto ao número 8, é bastante simples, o 8 é uma potência de 2, e é mais simples lidar com a quantidade em potências de 2. Como 1, 2, 4, 8, 16, 32, 64, 128, 256, 512, 1024, etc… Quando chegamos aos 1024, começamos a utilizar o nome seguinte, por exemplo, 1024 MB equivale a 1GB, e continuamos por ai fora, 1, 2, 4, 8, 16, 32… Até chegar ao TB.

8GB foi uma quantidade de RAM muito popular durante muito tempo, porque é uma quantidade suficiente para a grande maioria dos utilizadores, mesmo que estes queiram jogar. No entanto, no mundo dos PCs, o ideal já passa pelo uso de 16GB, uma quantidade que deve aumentar para os 32GB com a chegada da memória DDR5 no fim do ano. Isto enquanto nos smartphones, já andamos nos 12GB e 16GB nos modelos mais apetrechados, e na gama média andamos pelos 6GB e 8GB.

6GB? Sim, não é obrigatório utilizar apenas potências de 2! Pode ter 3GB, 5GB, 6GB, 7GB, 9GB, 10GB, 11GB, etc… Por exemplo, se tiver um PC antigo com 512MB de RAM, e meter um novo stick de 4GB, vai ficar com 4,5GB e a coisa vai funcionar… No entanto, é estranho, e por isso, pouco recomendável.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Audi Q4 e-Tron: Um 100% elétrico cheio de confiança

Q4 e-Tron: A Audi tem sido uma das fabricantes que mais tem apostado no segmento dos carros eletrificados, especialmente nos 100% elétricos, algo que...

Jogador do Benfica é um dos melhores em FIFA 22! Mas quem?

O FIFA 22 está quase a ser lançado no mercado! Assim, depois de ter revelado o Overall dos vários jogadores do novo capítulo do...

Ator da Netflix passou-se com os fãs! “Mal educados!”

Tendo em conta que a Netflix é um verdadeiro mar de projetos de grande sucesso acaba por ter muita atenção por parte de vários...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!