PUBG pode estar prestes a morrer e o culpado é o jogo Apex Legends!


Por em

PUBG pode estar prestes a morrer e o culpado é o jogo Apex Legends! – O afamado modo de jogo ‘Battle Royale’, foi outrora o domínio de PUBG! Mas após o explosivo sucesso de Fortnite, e mais recentemente de Apex Legends, as coisas parecem estar a ficar negras para a Tencent.

Afinal de contas, tanto o Fortnite como Apex Legends, são gratuitos!

Além disso, os streamers, nomeadamente o muito popular Ninja, estão a jogar o mais recente jogo, como se não houvesse amanhã. O que acaba por influenciar os seus muitos milhões de followers.

Aliás, Ninja foi pago 1 milhão de dólares, para promover Apex Legends, nas primeiras 24h após o seu lançamento. Um investimento que cada vez mais parece ter sido um sucesso, se tivermos em conta, o crescimento explosivo do jogo, nas últimas semanas.

PUBG pode ter de mudar a sua estratégia, tornando-se ‘Free to Play’ 

A Tencent até já está a preparar um PUBG ‘Lite’, para tentar voltar a entrar no mercado. Contudo, não me parece que essa seja a solução, para revitalizar o jogo.

Curiosamente, a Tencent até pode decidir apostar tudo no PUBG Mobile, que goza de um tremendo sucesso, no mercado Asiático. (Os jogadores mobile, ultrapassam a totalidade dos jogadores de PC e consolas)


Dezasseis estudantes foram detidos por jogar PUBG Mobile

jogar PUBG Mobile PUBG pode

Pode parecer algo estranho para muitos dos nossos leitores em 2019, mas recentemente o estado de Gujarat, na Índia, proibiu o jogo PUBG Mobile. Na prática e como deve imaginar quem o fizer pode enfrentar grandes grandes problemas legais. E tudo por ter um jogo instalado no smartphone. Aparentemente a razão desta proibição está relacionada com o comportamento. De facto, este estado considera que o PUBG Mobile muda a forma como as pessoas agem. Para além disso também tem interferência na linguagem.

Jogar PUBG Mobile dá prisão. Fortnite e Apex Legends não!

Leia o resto do artigo aqui.

Leia também

Ou veja mais notícias de Featured, Jogos

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.