Perigo! Próximos ataques informáticos podem ser à agua que bebe!

Parece pouco provável, no entanto, acaba de acontecer e como tal é bem provável que nos alvos dos próximos ataques informáticos esteja a água que bebe. O problema ocorreu numa cidade da Flórida, nos Estados Unidos, que conta com 15 mil habitantes. Ora durante a noite um grupo de atacantes conseguiram ter acesso a uma estação de tratamento de águas e mudaram os níveis de químicos. Isto podia ter envenenado centenas de pessoas. Felizmente ninguém teve problemas. Mas todos já percebemos o que isto significa para futuros ataques.

Perigo! Próximos ataques informáticos podem ser à agua que bebe!

Quem deu conta deste problema foi um funcionário da estação de tratamento. Assim, ele reparou que alguém estava a controlar remotamente todo o sistema. No entanto, na altura não pensou o pior. Isto porque o próprio sistema permite um controlo à distância, tão util nos dias que correm. Ainda assim, algo lhe chamou à atenção. É que os planos de tratamento da água foram mudados.

ataques informáticos água

E tudo começou no hidróxido de sódio!

O hidróxido de sódio, na sua forma concentrada, pode ser muito destrutivo, danificando qualquer superfície com que entre em contacto. Só para ter uma ideia é o principal ingrediente dos sistemas de drenagem. Quando diluído, pode ajudar na purificação da água, aumentando os níveis de pH, tornando a água menos corrosiva para tubos e canalizações, reduzindo assim a quantidade de chumbo e outros metais tóxicos que são dissolvidos na água potável.

Normalmente a mistura deste químico na água é de 100 partes por um milhão. Ora o ataque fez com que os níveis fossem alterados para 11 mil partes para um milhão.

Os atacantes tiveram acesso aos controlos da fábrica de abastecimento de água durante um total de três a cinco minutos, de acordo com as autoridades.

Felizmente que ninguém sofreu com isto e foi possível resolver a situação antes que qualquer pessoa ficasse contaminada pela água. No entanto, deixa um alerta para os próximos tempos! Muito cuidado com esta situação. As estações de tratamento de água podem ser um alvo perigoso, mas também as estações de produção de energia elétrica. Aliás já há varios ataques documentado

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

pub