Produção insuficiente de semicondutores pode ser uma má notícia

Como já deve ter percebido pelos últimos lançamentos de hardware, o stock de componentes eletrónicos está nas ruas da amargura, e ao que tudo indica, muito se deve às próprias dificuldades de produção das foundries.



Produção insuficiente de semicondutores pode ser uma má notícia

produção insuficiente

Portanto, como deve imaginar, o que não faltam são teorias em relação ao que se está a passar no mercado para não existirem consolas, processadores, placas gráficas, etc… Algo que muitos têm apontado para a pandemia e dificuldades na parte da logística. Contudo, parece que a raiz de tudo é bem mais profunda, e potencialmente bem mais perigosa.

Afinal, segundo novos relatos, o mundo da produção de semicondutores já estava a produzir na sua capacidade máxima antes do início infeliz desta pandemia. E na verdade, é isto que se quer, ter tudo a ‘bombar’ ao máximo! O problema é que o COVID-19 aumentou imenso a procura pelos produtos capazes de nos entreter.

Para ter noção, quando a Huawei começou a ter problemas com a produção de componentes devido à proibição Norte-Americana, as restantes fabricantes Chinesas (especialmente a Xiaomi) aumentaram logo as encomendas de componentes! De forma a basicamente tentarem roubar a quota à sua rival que tantas dores de cabeça deu à Samsung e Apple nos últimos anos.

Ou seja, a produção estava no máximo, mas a procura aumentou explosivamente! Mas a coisa não fica por aqui…

Além de tudo isto, muito do staff responsável pelas linhas de produção foi enviado para casa. Claro que a produção de semicondutores é um processo quase completamente automático. Mas é ainda necessário ter alguns trabalhadores para operar alguma da maquinaria… Uma nova dificuldade que obviamente teve impacto nos números de produção para este estranho 2020.

Contudo, existem boas notícias! As coisas vão melhorar em 2021!

Entretanto, tudo indica que a produção de wafers vai aumentar significativamente já no início do próximo ano para tentar ir de encontro à nova procura. Estamos a falar de um boost de 220 mil wafers por mês, para um total de 6.4 milhões de waffers por ano a uma escala mundial.

Curiosamente, isto poderá resultar em alguns problemas mais para a frente, porque esta procura não continuar a este nível durante muito mais tempo.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Em destaque

Leia também