(Primeiras impressões) Xiaomi Mi Band 5: O sucesso continua?

Como já disse muitas vezes na leak.pt, o grande sucesso da Xiaomi no mundo dos wearables deve-se muito a um curioso e barato gadget… A Mi Band! Aliás, acho que até posso arriscar dizer que a Mi Band levou o mundo dos smartwatches às massas, popularizando todo o conceito.

Dito isto, já estamos na sexta versão da Mi Band (temos de contar com a Mi Band S)! Será que a tradição de oferecer muito por pouco dinheiro continua?



(Primeiras impressões) Xiaomi Mi Band 5 (31€ -> Clique Aqui – Cupão: BG05BAND5G)

mi band 5

Portanto, caso não esteja familiarizado com esta família de produtos. A Mi Band 5 é uma smartband (ou fitness tracker) com a grande missão de oferecer algumas funcionalidades smart, ao mesmo tempo que o acompanha no exercício físico.

É um produto muito focado na qualidade/preço, capaz de oferecer muito mais que outros produtos de fabricantes mais ‘premium’ e por isso mais caras.

Dito tido isto, ao contrário dos muitos rumores antes do lançamento, a Mi Band 5 é basicamente uma evolução da Mi Band 4 do ano passado.

Aliás, se as meter lado a lado, muito provavelmente irá ter alguma dificuldade em identificar quem é quem. (Se por acaso tem uma Mi Band 4, provavelmente pode ‘saltar’ a versão de 2020)

Funcionalidades Básicas

Antes de mais nada, a Mi Band 5 tem a missão de monitorizar a atividade, frequência cardíaca e sono do utilizador. Contando ainda com a possibilidade de monitorizar desporto ao ar livre graças ao GPS do telemóvel. (A Mi Band precisa de estar ligada ao seu smartphone para reter a grande maioria das suas funcionalidades)

Além da monitorização, a Mi Band também permite a visualização de notificações da grande maioria das aplicações de conversação e redes sociais do mercado. Aliás, também é possível receber notificações de chamadas (e recusá-las), ler e-mails, mensagens, etc… Mas claro está, não é possível responder a nada.

Entretanto, é também possível controlar a música através da Mi Band, um sistema que parece agora mais rápido em relação ao ano passado.

Ecrã, Design e Bateria

O Design permanece virtualmente o mesmo, sendo algo muito focado no desporto e praticabilidade. No entanto, o ecrã é agora maior, mais brilhante, contando ainda com uma resolução ligeiramente melhorada.

Talvez mais importante que tudo isto, o método de carregamento está agora muito mais facilitado, não sendo sequer necessário retirar a Mi Band 5 da sua pulseira. Entretanto, a autonomia continua a mesma, cerca de 14 dias. O que continua a ser superior a muitos dos produtos rivais.

Infelizmente, a versão Global da Mi Smart Band 5 falha em trazer alguns dos extras da versão Chinesa, como o NFC para pagamentos contactless. Ainda assim, continua a ser a resposta para qualquer consumidor que queira uma boa smartband, mas não queira gastar muito dinheiro.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Windows 11 Build 22000.194 (KB5005635) já está disponível!

O Windows 11 Build 22000.194 (KB5005635) está disponível para todos os que estão inscritos no programa Windows Insider. Não é o maior update do...

Memória RAM DDR5 vai desiludir no início do seu ciclo de vida

Como deve saber, a memória RAM DDR5 está prestes a chegar ao mercado! De mãos dadas com a nova família de processadores Intel Core...

Sir Clive Sinclair: morreu o grande pai do ZX Spectrum!

Hoje é um dia triste, especialmente para quem é fã do Spectrum ou teve a sorte de conviver com este computador fantástico. É que...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!