Atenção: veja quanto os preços do Spotify vão aumentar!

Quando se trata de streaming de música, o Spotify continua a ser das melhores apostas. No final de 2023, o serviço contava com cerca de 602 milhões de utilizadores activos, dos quais cerca de 236 milhões pagavam o Spotify Premium, o nível de serviço sem anúncios. Depois, no ano passado, o Spotify introduziu audiolivros em sua biblioteca de streaming em algumas localizações, outro motivo atraente para se inscrever. No entanto, num esforço para equilibrar o custo dessa adição, os preços do Spotify vão aumentar. Imagina quanto?

Atenção: veja quanto os preços do Spotify vão aumentar!

De acordo com uma informação da Bloomberg, o Spotify está a planear aumentar o preço do seu nível de subscrição premium em 1 Euro para indivíduos e 2 Euros para planos de casal e família, até ao final de abril. Este aumento de preços irá afetar vários dos principais mercados do Spotify. Não se sabe como será em Portugal, mas é provável que o preço cá também possa mudar.

Atenção: veja quanto os preços do Spotify vão aumentar!

Para além do aumento geral do nível de subscrição Premium, o Spotify também está a planear adicionar um nível secundário pago. Terá o preço do premium normal. Este novo nível de subscrição oferecerá o habitual acesso sem anúncios a música e podcasts, mas os audiolivros terão de ser adquiridos separadamente.

Os valores não têm sofrido tantas alterações

Durante a maior parte do tempo de vida do Spotify, o serviço manteve os seus planos de preços consistentes, tendo apenas efectuado o seu primeiro aumento de preços no ano passado. As razões para estes aumentos de preços foram de duas ordens. Em primeiro lugar, os esforços para alargar a oferta do Spotify.

- Advertisement -

Entretanto o grande impulso para a subida de preços é o aumento da pressão das editoras discográficas. A razão pela qual a direção do Spotify decidiu adicionar audiolivros ao serviço foi para diversificar os conteúdos e reduzir a dependência do serviço da indústria musical. No entanto, este facto causou fricção com as editoras discográficas, que estavam preocupadas com o facto de os seus pagamentos de royalties diminuírem e pressionaram para que os preços dos serviços aumentassem para compensar a diferença. Esta mesma pressão foi sentida pelos maiores concorrentes do Spotify, a Apple e a Amazon, que também decretaram aumentos de preços por razões semelhantes.

Não é imediatamente claro como esses aumentos de preços e mudanças de plano afetarão a base de assinantes do Spotify. Isto embora seja importante notar que após o último aumento de preços em 2023, o serviço realmente ganhou mais de 110 milhões de novos utilizadores.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.