Precisamos mesmo de smartphones dobráveis?


Por em

A grande tendência de 2017 foram os smartphones sem moldura, algo que deverá manter-se em 2018. No entanto quando algo se torna moda, também acaba por desaparecer e os consumidores ficam ávidos à espera da próxima novidade.

Se a aposta da Samsung estiver correta, os próximos tempos poderão ser marcados pelos smartphones dobráveis. É verdade que este não é o único fabricante a trabalhar nesta tendência, mas o marketing da Samsung ajuda a vender e poderá marcar a tendência.

O Galaxy X parece ser já a “next big thing” da Samsung e aparentemente será muito semelhante a um equipamento standard quando o estivermos a usar. Quando não precisarmos dele pode ser dobrado ficando mais compacto. É certo que isto envolve alguns obstáculos tecnológicos de modo a que a qualidade do ecrã não sofra com o esticar e dobrar. No entanto e se este smartphone já está perto de ser uma realidade, a Samsung já deve ter resolvido este problema.

Numa ou noutra ocasião já abordámos na Leak o smartphone dobrável da Samsung. Como revelámos recente, o site holandês LetsGoDigital revelou mais algumas informações acerca deste assunto. As renderizações divulgadas parecem ter sido tiradas de um pedido de patente submetido na Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI).

smartphone dobrável

Este equipamento alegadamente denominado por Galaxy X será lançado ainda este ano ou no início do ano que vem. Os rumores que circulam na Internet asseguram que a produção em massa poderá começar em breve e que a Samsung apresentou o dispositivo à porta fechada na CES 2018.

O Galaxy X deverá vir com um ecrã OLED de 7,3 polegadas que se dobra para dentro. Importa ainda salientar que os primeiros rumores sugeriram que o dispositivo também poderia vir com uma caneta. De facto, isto vai de encontro aos comentários feitos por DJ Koh, chefe da unidade de dispositivos móveis da Samsung, que afirmou que este tipo de equipamento seria integrado na gama Note.

O dispositivo deverá utilizar uma película de poliimida para que o ecrã se consiga dobrar. Esta película é leve, flexível e resistente ao calor e aos produtos químicos. Por este motivo é ideal para um dispositivo dobrável. Este equipamento até já podia ter sido apresentado no terceiro trimestre de 2017, mas, segundo o jornal Business Korea, apenas foi possível a produção em Janeiro de 2018.

Fonte das Imagens Letsgodigital

Leia também

Ou veja mais notícias de Especiais

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

vivo X20 Plus UD: Preparados para dia 24 de Janeiro?

AMD Ryzen 2: As informações que faltavam

Seguinte