PowerToys 0.60: já pode melhorar o Windows 11 agora mesmo!

As PowerToys têm a vantagem de nos dar um maior controlo sobre o nosso sistema operativo. De facto, conseguimos otimizar muitas coisas e mudar o funcionamento de outras. Agora acabam de chegar as PowerToys 0.60 e já pode melhorar o Windows 11. Tudo de uma forma muito simples. A nova versão chega com melhorias e correções para todos. Mas há uma coisa que vale mesmo a pena para quem está no Windows 11.

PowerToys 0.60: já pode melhorar o Windows 11 agora mesmo!

Para começar a ferramenta que permite redimensionar imagens e alterar o nome dos esquemas de energia chegou ao menu de contexto do Windows 11. Até aqui, quem queria utilizar estas ferramentas, tinha de aceder ao menu de contexto do Windows 11, escolher ver Mais e aceder a esse menu. Agora o número de passos foi muito reduzido o que é sem dúvida uma boa notícia.

- Advertisement -

Outra novidade relacionada com o Windows 11 é a ferramenta Sempre no Topo. Ela coloca qualquer janela no topo de outras as outras. Para além disso, as janelas afixadas, vamos chamar-lhes assim, ficam com uma linha colorida à volta. Isto para serem facilmente identificáveis.

PowerToys 0.60

Para além disto, temos outras melhorias. É exemplo disso o plugin PowerToys Run para o OneNote. Entretanto também conseguimos instalar as versões ARM64 das PowerToys através da Microsoft Store e do Windows Package Manager.

Pode descarregar as PowerToys 0.60 a partir do GitHub. Entretanto quem já tem a aplicação instalada é só verificar a existência de updates.

Entretanto e por falar em novidades, a Microsoft está a querer simplificar alguns elementos no Windows 11 e Windows 10.

Isto é importante porque logo à partida pode-nos ajudar a poupar muito tempo na linha de comando. O que está em causa desta vez é algo chamado variáveis ambiente.

Para quem não sabe, as variáveis ambiente são uma ferramenta poderosa que permite definir diretórios importantes, como a localização de apps ou funções, incluindo a pasta Temp. Também permite definir a variável Path, como as pastas onde o executável está localizado, para que se possa executar facilmente comandos num terminal.

Por exemplo, escrever ‘mspaint’ na linha de comando lança-o de imediato. Mas se escrever o nome de uma aplicação de terceiros como ‘mpv’ ou ‘Chrome’, temos uma mensagem de erro a indicar que o comando ‘mpv’ não é reconhecido como um comando interno ou externo.

Isto é porque as aplicações nativas – Notepad ou Paint – já estão definidas na path, mas aplicações como o Chrome ou outras não estão. É verdade que podemos utilizar as variáveis ambiente para definir facilmente caminhos para qualquer aplicação, mas a ferramenta não é fácil de utilizar e as pessoas precisam de definir variáveis para contas individuais de utilizador.

Entretanto a Microsoft admitiu que a página das variáveis ambiente é muito limitada e compreender coisas como o caminho ou a pasta especificada é difícil para principiantes. É por isso que o objetivo agora é facilitar tudo.

Uma nova ferramenta das PowerToys chamada Environment Manager vai tornar tudo mais simples.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.