Connect with us

Empresas

Porto procura soluções inovadoras para melhorar a vida urbana

Bruno Fonseca

Publicado a

Foto: synchronicity-iot.eu
O Porto e mais sete cidades europeias estão a convidar as empresas a desenvolverem soluções para desafios vividos no contexto urbano. As melhores propostas receberão financiamento, num valor global superior a três milhões de euros, para implementação em 2019.
As candidaturas decorrem até final de setembro, sendo que cada município procura soluções tecnológicas em áreas definidas. No caso do Porto, o foco recai sobre mobilidade, envolvimento do cidadão e ambiente e bem-estar. 
 
Manchester, Helsínquia, Milão, Antuérpia, Carougue, Santander, Eindhoven e Porto: são estas as cidades parceiras que lançam o desafio de criação de serviços e soluções digitais. Os projetos devem tirar proveito da plataforma Synchronicity, desenvolvida em colaboração com estas cidades e ainda por cidades do México e da Coreia do Sul. Com este projeto – um investimento global de 20 milhões de euros, cofinanciado pela Comissão Europeia – pretende-se desenvolver um mercado global de IoT (Internet of Things/ Internet das coisas), no qual cidades e empresas desenvolvem serviços digitais positivos para os cidadãos e as economias locais.
 
A participação do Porto na Synchronicity manifesta o compromisso do Município, através da Associação Porto Digital, com a progressiva digitalização da cidade. A intenção é expandir os serviços baseados na infraestrutura tecnológica já existente, como são exemplo a rede de fibra ótica, já com 4000 km, ou a rede WIFI, que só em 2017 suportou mais de um milhão de dispositivos ligados. 
 
Com uma dotação superior a três milhões de euros, verba destinada a financiar as melhores propostas, o presente desafio tem candidaturas abertas até 30 de setembro. Os projetos a submeter devem apoiar a expansão tecnológica urbana, bem como contribuir ativamente para que os cidadãos e agentes de inovação nas cidades possam ser participantes ativos no desenvolvimento deste mercado digital único.
 
Com o objetivo de alargar a rede de parceiros, garantir a fácil replicação das soluções e, ainda, garantir o aumento do impacto das soluções propostas, as candidaturas podem ser desenvolvidas em consórcio de empresas e cidades europeias (além das que promovem a iniciativa). São elegíveis PME que possam implementar soluções de IoT que tenham já sido demonstradas, com tecnologia de TRL 6 ou superior.
 
As áreas de interesse estão definidas para todas as cidades, sendo que o Porto procura soluções tecnológicas nos domínios da mobilidade, do envolvimento do cidadão e do ambiente e bem-estar. Há ainda um desafio aberto para propostas que não se enquadrem em nenhuma destas áreas.
 
Até ao final de setembro, existirão diversos eventos de esclarecimento, online e off-line, para dar apoio ao desenvolvimento das candidaturas. Toda a informação sobre o concurso, condições da candidatura e os desafios do Porto estão disponíveis na plataforma Synchronicity.

Outras notícias de hoje:

Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Advertisement Banner ESET

Hardware

Entretenimento

Advertisement

Auto

Jogos