Porque razão os novos Smartphones têm todos baterias não removíveis?

Apesar de muitos falarem acerca da estagnação no mundo dos smartphones, a verdade é que se formos comparar um aparelho de 2010, com um aparelho de 2020… Vão ser completamente diferentes! Isto porque, entre melhorias nos processadores, ecrãs maiores, melhor resolução de imagem e ainda câmeras que encostam a um canto muitas máquinas fotográficas… Temos apenas a dizer que tudo está bem quando é bem fabricado.

No entanto, ainda existem algumas questões que ficaram por responder, nomeadamente em relação às baterias. Afinal de contas, se reparar, todos os novos Smartphones têm baterias não removíveis. Mas… porque será?

Porque razão os novos Smartphones têm todos baterias não removíveis?

Smartphones baterias removíveis

Portanto, ainda se lembra quando tinha o seu telefone antigo? Aquele que quando caía era capaz de partir o próprio chão em vez do seu próprio ecrã?

Pois bem, aposto que as únicas vezes em que mexia na bateria era apenas para obrigar o telefone a desligar à força… certo? Para além disso, aposto que também chegou a trocar a bateria do telefone porque a mesma rebentou ou inchou. O que claro está, foi algo que acabou por oferecer mais 1 ano ou 2 de uso ao seu smartphone.

Todas estas perguntas servem essencialmente para tentar adivinhar o que lhe aconteceu no passado com os seus telefones antigos. Porque para dizer a verdade, foi exatamente a mesma coisa que aconteceu comigo também. No entanto, é importante frisar que as coisas mudaram e que estamos numa outra era, em que o fabrico de um Smartphone com bateria removível passou a ser impensável, devido a várias razões, especialmente aos custos elevados e à sua complexidade.

Afinal de contas, o que a nova geração quer é que os Smartphones sejam mais finos e consequentemente mais cómodos para transportar, seja no bolso ou na mão. E para que isso aconteça, o Smartphone em si tem que ter uma bateria interna capaz de satisfazer os tamanhos a que o mercado obriga. Sendo obrigatório perder o plástico protetor que existia nas antigas células removíveis. (Caso não saiba, as baterias são super frágeis! O Note 7 da Samsung é um perfeito exemplo disto).

Isto já para não falar das certificações contra a água e o pó, que obrigam a um isolamento dos componentes internos dentro do corpo de vidro e alumínio tão famoso nos dias que correm.

Entretanto, se por acaso for fã das teorias da conspiração, também podemos dizer que as fabricantes só têm a ganhar com o desaparecimento destas baterias removíveis.

Ao fim ao cabo, como disse em cima, a troca da bateria pode dar mais 1 ou 2 de vida a qualquer aparelho por um custo super baixo… Algo que não vai de encontro ao objetivo das grandes fabricantes, que gostariam de vender um smartphone novo todos os anos, ou pelo menos de 2 em 2 anos.

Smartphones baterias removíveis



Em suma, o facto de já não haverem tantos Smartphones com bateria removível, tem muito a ver com o design pretendido pelas pessoas no geral. No entanto, existem outras razões um pouco mais ‘obscuras’.

Fonte da imagem

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Alexandre Pereira
A tecnologia é um mundo que gosto de estar sempre a descobrir. Interesso-me por todos os temas, embora os jogos sejam a minha praia. Prometo trazer-vos todos os dias as melhores novidades que encontrar.

Leia também

pub