Porque existem tantos hackers chineses? Uma triste realidade

Porque existem tantos hackers chineses? É no fundo, uma triste realidade… Nos dias que correm, praticamente todos os jogos FPS somos sempre incomodados com os afamados hackers, especialmente os Chineses.

Afinal de contas, este problema já tomou proporções tão elevadas que o próprio jogo PUBG actualmente sofre de problemas de rendimento! Algo que até se compreende. Ninguém gosta de jogar contra hackers.

hackers chineses

Quais são os jogos mais afectados por estes hackers?

A maioria dos hackers encontrados em jogos como PUBG, Fortnite, Siege e até Apex Legends são oriundos da China.

Aliás, este ultimo jogo, Apex Legends, mesmo sendo o mais recente de todos a ser lançado, também é o que toma mais medidas. A empresa criadora do jogo meio que obrigou os programadores chineses a tomarem medidas severas de modo a precaverem-se contra esta “praga”.

Esta situação dos hackers é no mínimo má e o pior é que não se percebe a intenção destes jogadores chineses. Ou melhor, não se percebia… Mas graças a um testemunho de um jogador chinês ficamos a saber o porquê.

Porquê que os hackers são na maioria chineses?

Segundo o testemunho de um jogador chinês, os hackers são na maioria chineses devido à maneira como foram criados!

Ou seja, desde muito novos, na cultura chinesa, todos estão habituados a ser os primeiros em tudo. Eles são criados num pedestal e por isso sentem necessidade de ser sempre o “número um” em tudo.

Em suma… O que se pode fazer para contrariar estes hackers?

Isto tudo é muito triste, e de certa forma acabam por estragar os jogos das outros jogadores que apenas se querem divertir.

Contudo, ninguém pode mudar mudar a cultura chinesa. Mas uma possível solução passaria talvez por bloquear a china nos jogos que mais são afectados por estes hackers.


Ademais, o que acha de tudo isto? Comente connosco nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário