Poco X2: listagem no Geekbench revela novos pormenores


Por em

No final de dezembro de 2019, o responsável global da Pocophone, Alvin Tse, publicou um tweet que sugeria que teríamos um novo smartphone Poco, no ano de 2020. O tweet foi excluído imediatamente e talvez tenha sido apenas uma espécie de teaser. Entretanto, no início desta semana, a Xiaomi apresentou um pedido de marca registada para o Poco X2. Isto dá a entender que o Poco F2 pode demorar alguns meses. Curiosamente, um novo dispositivo chamado Poco X2 apareceu no Geekbench com algumas especificações importantes. Agora é preciso que seja real. É que no ano passado também andou a circular uma imagem acerca de um poco X1 Lite e acabou por ser falsa.

Poco X2: Listagem no Geekbench revela pormenores

Entretanto a listagem do Poco X2 no Geekbench 5 revela que é alimentado por um processador Qualcomm que possui uma frequência base de 1,80GHz. O chipset junta-se a 8 GB de RAM. Em vez do nome do chipset, a designação ‘phoenixin’ foi mencionada no campo da motherboard.

Poco X2

O smartphone Poco X2 surge com o Android 10. No teste de núcleo único do Geekbench 5, conquistou 547 pontos. No caso do teste multi-core chegou aos 1767 pontos.

Agora será que este equipamento é baseado em algum que até já existe?

Aparentemente, sim. Assim, em Novembro de 2019, o XDA Developers publicou um artigo que revelava algumas das informações principais acerca do Redmi K30 antes do lançamento em dezembro. Nessa altura, a equipa deste site vasculhou o código do MIUI 11 e encontrou um smartphone com o nome Phoenix, equipado com funcionalidades como um ecrã de 120Hz, um sensor de impressões digitais na parte lateral e câmera Sony IMX686. O Phoenix surgiu como Redmi K30.

Ora se foi encontrada a designação phoenixin no código do recém-identificado Poco F2, existe a possibilidade deste equipamento ser um K30 com outro nome.

Se isto realmente se confirmar teremos um ecrã FHD+ de 6,66 polegadas e proporção de 20:9. Temos também um ecrã LCD com uma taxa de atualização de 120Hz, que conta ainda com proteção Gorilla Glass 5.

Entretanto, para dar vida a este ecrã, contamos com o processador Snapdragon 730G que chegou primeiramente ao mercado pelas mãos do campeão da fotografia Mi Note 10. No fundo, uma versão mais poderosa do ‘velhinho’ Snapdragon 730 que encontramos no Redmi K20.

Assim, o modelo base tem 6 GB de RAM e 64 GB de armazenamento, mas é provável que o grande sucesso seja a versão com 8GB de RAM e 128GB de armazenamento.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Responder a mensagens no Instagram através do PC? É possível!

Apple App Store vs Google Play Store: Quem ganhou em 2019?

Seguinte