Pixel 6 e Pixel 6 Pro: agora é que a Google acertou em cheio!

Ainda me lembro da altura em que a Google começou a lançar tablets e smartphones sob a sua alçada. Eram grandes máquinas. Comprei, na altura, um tablet Nexus 7 e manteve-se atualizado durante vários anos e sempre a funcionar bem. No entanto, as coisas nem sempre têm sido assim. Houve alturas em que os Pixel deram problemas. Ora pela bateria, ora pelo ecrã touch, entre outras coisas. No entanto, o Pixel 6 e o Pixel 6 Pro são a forma da Google encerrar o passado e olhar para um futuro que será cheio de boas coisas. Pelo menos é esse o desejo do gigante dos motores de busca e a mudança começa já no chipset.

Google Tensor: um chipset poderoso para os Pixel 6 e Pixel 6 Pro

Há uma coisa que faz parte da gama Pixel desde sempre. A aposta na inteligência artificial. Inicialmente o objetivo era melhorar a experiência de câmara. No entanto, com o passar do tempo ela foi chegando a outras Apps.

Aliás no Pixel 6 a aposta na IA será maior do que nunca graças a um chipset personalizado. De facto, o Google Tensor utiliza as funções de inteligência artificial mais avançadas e também a aprendizagem de máquina para vários fins.

Pixel 6 Pro

Assim o novo Chipset vai ajudar a garantir uma experiência de software mais personalizada que aprende com os utilizadores. Mas não é só. Também garante mais segurança graças à integração do chip de segurança Titan M2. Na realidade torna o Pixel 6 e o Pixel 6 Pro nos smartphones mais seguros de sempre como reforça o site PhoneArena.

Uma grande aposta também nas câmaras

A versão standard do Google Pixel 6 chega com duas novas câmaras. Já a versão Pro inclui três sensores. Infelizmente não se sabe ao certo quais as configurações. No entanto confirmou que o Google Pixel 6 Pro tem uma nova câmara telefoto que disponibiliza um zoom ótico de 4x.

Entretanto o Pixel 6 aposta na mesma câmara principal e grande angular do modelo Pro. Na prática consegue capturar mais 150% de luz. No entanto perde o sensor telefoto.

Neste campo o novo chipset Tensor também tem uma palavra a dizer. É que vai ajudar a melhorar e muito a qualidade das fotografias.

Pessoalmente estou muito curioso para perceber o que estes smartphones e sobretudo a versão Pro serão capazes de fazer na fotografia. Sempre que saía um novo Huawei para o mercado tudo parava para se perceber se continuavam a ter as melhores câmaras. Aliás o Huawei P50 Pro voltou a ganhar esse título. Será que teremos o mesmo com o novos Pixel?

Um design atrativo

Mas a Google fez muito mais do que confirmar algumas especificações. Assim, de um pequeno olhar sobre o Pixel 5. Enquanto na parte frontal temos um furo que aloja a câmara para selfies, na parte traseira existe uma abordagem às câmaras um pouco diferente do que andamos a ver. Assim não temos aquele módulo retângular na vertical num dos cantos. Em vez disso temos uma espécie de faixa onde as câmaras estão alojadas. Na minha opinião resulta bem.

Entretanto o Pixel 6 Pro tem um painel de 6.7 polegadas QHD+. A isto junta-se uma taxa de atualização d 120Hz. O ecrã é um pouco curvo nas extremidades. Já a versão “normal” tem um ecrã de 6.4 polegadas. É Full HD+ e tem uma taxa de atualização de 90Hz.

Resta agora esperarmos pelo lançamento para ficarmos a conhecer todos os pormenores. No entanto, prometem!

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Nem os fãs de terror estão a aguentar este filme na Netflix!

A Netflix tem neste momento um monte de séries e filmes realmente brutais. Sendo que para dizer a verdade, os utilizadores estão realmente a...

NVIDIA decidiu aproveitar chips com defeito!

Nos últimos tempos, temos visto uma grande aposta no lançamento de placas RTX 3060 por parte da NVIDIA. Uma placa gráfica muito interessante, capaz...

Processador ‘limitado’? Sim! Mas o iPad mini 6 impressiona!

Muito provavelmente devido à crise de produção atual, a Apple foi obrigada a utilizar diferentes versões do SoC A15 Bionic, nas suas diferentes gamas...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!