(Pirataria) Hollywood levou fornecedoras de VPN para os tribunais!

Quem é que nunca ouviu a tradicional história da “pirataria rouba milhões de euros à indústria cinematográfica todos os anos”? Pois bem, hoje em dia, é inegável que em algumas situações, piratear um filme ou uma série já não é tão interessante para os utilizadores, devido à enorme quantidade de conteúdo disponibilizado pelas plataformas de streaming como o Netflix ou Disney+.

Mas lá está, a pirataria nunca irá morrer, por isso, a luta de Hollywood contra os piratas é para continuar… Sabe quem é o alvo agora? Os fornecedores de VPNs!



(Pirataria) Hollywood levou fornecedoras de VPN para os tribunais!

pirataria VPN

Portanto, no passado, já vimos vários sites focados na pirataria a serem alvo de todo o tipo de processos para saírem de cena, mas até agora, as empresas responsáveis pelos serviços de VPN têm saído quase sempre incólumes. Pois… Parece que isto vai mudar agora, com dois novos processos em tribunal contra os antigos e atuais donos do serviço LiquidVPN. Porquê? É simples, ao que tudo indica, o serviço estava a encorajar atos de pirataria, prometendo proteção sem falhas.

Dito tudo isto, segundo o TorrentFreak, um grupo de estúdios e ademais responsáveis por várias obras cinematográficas, juntaram-se para ir atrás de sites/serviços focados na pirataria.

Até aqui, as VPNs têm sido ‘neutras’ nesta conversa. Contudo, parece que algumas personalidades querem mudar a forma como a coisa tem funcionado.

Afinal de contas, as VPNs têm várias utilidades, mas é inegável que um dos maiores usos é mesmo esconder a identidade e atividades online de quem as usa. E claro, até aqui, têm sido ilibadas de todos os atos dos utilizadores! Contudo, a coisa muda quando alguns serviços afirmam ser “O melhor serviço de VPN para torrents e partilha de ficheiros P2P”.

Entretanto, os queixosos pedem uma indeminização de 150 mil dólares por cada filma pirateado, e mais 25 mil dólares por violações DMCA. Além de tudo isto, parece que um dos grandes objetivos é fazer com que este tipo de serviço bloqueie os sites piratas mais populares da Internet. Ou que pelo menos termine o serviço de utilizadores apanhados neste tipo de práticas.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Leia também