Perigo! Scooter Xiaomi M365 pode ser controlada remotamente

Um problema com os dispositivos inteligentes é que estão susceptíveis a serem atacados. Isto realmente é um perigo. Às vezes quando penso nestas coisas, vem-me à mente os perigos que podem oferecer os automóveis mais recentes. Já imaginaram alguém começar a controlar o automóvel que estamos a conduzir? E se for uma trotinete, também chamada de scooter elétrica? Foi exatamente isto que aconteceu com o conhecido modelo M365 da Xiaomi.

Xiaomi M365

Xiaomi M365: uma vulberabilidade permite o controlo à distância

De facto, devido a uma vulnerabilidade, este modelo pode passar a ser controlado por um utilizador mal intencionado. Assim, é possível acelerar ou travar a trotinete remotamente. Já imaginaram as consequências?

Isto não é novo. Já vimos criminosos a contornarem sistemas de carros, altifalantes e muito mais no passado. Agora é a vez das scooters elétricas.

Xiaomi M365

De facto são meios de transporte cada vez mais populares e muito utilizados em cidades movimentadas.

É por esse motivo que esta possibilidade de controlo remoto pode ser perigosa. Claro que não estamos a falar da maioria das trotinetes presentes nas cidades, mas sim deste modelo específico, a Xiaomi M365.

A revista Wired abordou o facto e refere que o problema está relacionado com o módulo Bluetooth que permite que a scooter faça a ligação com a aplicação para dispositivos móveis.

Xiaomi M365

Um grupo de investigadores descobriu que se conseguem ligar à scooter sem necessitarem de uma palavra-passe ou qualquer outra forma de identificação.

Através deste método conseguem que a scooter ande de forma mais rápida ou mais lenta. Ao mesmo tempo também é possível instalar malware. Já imaginaram irmos a alta-velocidade e travarmos de repente?

Quando a empresa que descobriu este problema, a Zimperium, informou a Xiaomi acerca desta questão, a gigante chinesa admitiu ter conhecimento do mesmo. No entanto, afirmou que ainda não tinha conseguido encontrar solução.

Isto acontece porque a Xiaomi adquiriu o módulo bluetooth a terceiros em vez de o ter desenvolvido de raíz.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Google TV vai dar canais premium de borla mas há um requisito!

O Google TV está realmente fantástico. Tem uma interface bem conseguida e que nos dá um rápido acesso a tudo aquilo que procuramos. No...

Netflix processada por causa de uma das séries mais vistas!

Tendo em conta que existem montes de séries na Netflix que foram realmente capazes de conquistar meio mundo, a verdade é que podem também...

Atenção para quem vai jogar FIFA 22! Existem 3 novos ícones!

Tal como acontece todos anos, parece que foram apresentados novos jogadores que de certa forma merecem ficar marcados no mundo do futebol. Sendo que...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!