Pela primeira vez em 15 anos… A AMD tem 40% da quota de mercado!

Se alguém lhe dissesse que a AMD iria encostar a Intel à parede em 2017 ou 2018, acreditaria? Eu próprio iria ter muitas dificuldades em acreditar em tal afirmação. É claro que diria que a empresa iria continuar a apostar na arquitetura Zen, ao mesmo tempo que continuaria a apostar no desempenho/preço. Mas ver a Intel a cair a pique enquanto a AMD se posiciona cada vez mais como a escolha mais óbvia dos consumidores? Diria ser impossível!

Contudo, a verdade é que a AMD está mesmo imparável no mercado de processadores X86. Aliás, se formos ver os dados do site PassMark, a AMD já conta com mais de 40% de quota de mercado. Algo que já não acontecia há quase 15 anos!

Pela primeira vez em 15 anos… A AMD tem 40% da quota de mercado!

A AMD tem

Portanto, os Ryzen 3000 lançados em Julho de 2019 estão a ser um tremendo sucesso para a AMD. Marcando a transição do processo de 14/16 nm para o espetacular processo de 7nm da TSMC.

O que claro está, também marcou a primeira vez na história que a AMD conseguiu ter a vantagem nas tecnologias de produção em relação à Intel.

Dito tudo isto, não se deixe enganar, a AMD não oferece mais performance em todos os seus produtos. O que a fabricante realmente conseguiu fazer foi igualar a performance, ao mesmo tempo que lançou produtos a um preço super apelativo. Algo que está realmente a causar danos sérios na Intel.

A AMD tem



O fenómeno AMD Ryzen apenas foi possível porque a Intel passou 3 anos a dar tiros nos pés

Apesar de tudo o que já foi dito acerca da AMD e Intel, até por mim que tenho feito a cobertura a todos os níveis. Temos de ser realistas… A AMD não estaria nesta posição, se a Intel não tivesse dado um tiro de AWP no seu pé direito.

Afinal de contas, a Intel está agarrada à mesma arquitetura base desde 2015, e mesmo processo de produção de 14nm desde 2014, graças aos sucessivos fails na passagem para os 10nm. É que caso ainda não tenha reparado, já estamos em 2020 e a Intel vai lançar uma nova gama de produtos baseados nas tecnologias mencionadas em cima.

A AMD tem

Aliás, a própria empresa já admitiu publicamente que o seu objetivo nunca foi ultrapassar a Intel. Que muito resumidamente, o ‘fail’ dos 10nm foi uma autêntica dádiva dos deuses dos PCs.



Ainda assim, apesar da AMD ter o processo mais avançado, a Intel continua a ser a rainha do IPC e frequências, graças à eficiência do seu processo de 14nm++++++ (já perdi a conta dos ‘+’). E como o gaming continua a preferir núcleos mais rápidos, a muitos núcleos, é possível que a Intel ainda tenha uma palavra a dizer em 2020.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Microsoft Edge 95: a última build já está disponível! Descarregue já

A Microsoft lançou hoje a build final do Edge 95 no canal Dev. Esta é a última versão antes do novo Edge estar disponível...

Galaxy S22: reveladas as novas cores e há uma surpresa!

A Samsung sabe que os olhos também comem e como tal aposta muito no design dos seus smartphones e inclusivamente nas cores. Ora o...

Placas gráficas novas em 2021? RTX 3080 Super já apareceu!

Na opinião de muitos especialistas, faz ZERO sentido lançar uma nova gama de placas gráficas, quando a atual continua tão rara e tão cara....

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!