Pela primeira vez em 15 anos… A AMD tem 40% da quota de mercado!

Se alguém lhe dissesse que a AMD iria encostar a Intel à parede em 2017 ou 2018, acreditaria? Eu próprio iria ter muitas dificuldades em acreditar em tal afirmação. É claro que diria que a empresa iria continuar a apostar na arquitetura Zen, ao mesmo tempo que continuaria a apostar no desempenho/preço. Mas ver a Intel a cair a pique enquanto a AMD se posiciona cada vez mais como a escolha mais óbvia dos consumidores? Diria ser impossível!

Contudo, a verdade é que a AMD está mesmo imparável no mercado de processadores X86. Aliás, se formos ver os dados do site PassMark, a AMD já conta com mais de 40% de quota de mercado. Algo que já não acontecia há quase 15 anos!

Pela primeira vez em 15 anos… A AMD tem 40% da quota de mercado!

Intel vs AMD

Portanto, os Ryzen 3000 lançados em Julho de 2019 estão a ser um tremendo sucesso para a AMD. Marcando a transição do processo de 14/16 nm para o espetacular processo de 7nm da TSMC.

O que claro está, também marcou a primeira vez na história que a AMD conseguiu ter a vantagem nas tecnologias de produção em relação à Intel.

Dito tudo isto, não se deixe enganar, a AMD não oferece mais performance em todos os seus produtos. O que a fabricante realmente conseguiu fazer foi igualar a performance, ao mesmo tempo que lançou produtos a um preço super apelativo. Algo que está realmente a causar danos sérios na Intel.



O fenómeno AMD Ryzen apenas foi possível porque a Intel passou 3 anos a dar tiros nos pés

Apesar de tudo o que já foi dito acerca da AMD e Intel, até por mim que tenho feito a cobertura a todos os níveis. Temos de ser realistas… A AMD não estaria nesta posição, se a Intel não tivesse dado um tiro de AWP no seu pé direito.

Afinal de contas, a Intel está agarrada à mesma arquitetura base desde 2015, e mesmo processo de produção de 14nm desde 2014, graças aos sucessivos fails na passagem para os 10nm. É que caso ainda não tenha reparado, já estamos em 2020 e a Intel vai lançar uma nova gama de produtos baseados nas tecnologias mencionadas em cima.

Intel

Aliás, a própria empresa já admitiu publicamente que o seu objetivo nunca foi ultrapassar a Intel. Que muito resumidamente, o ‘fail’ dos 10nm foi uma autêntica dádiva dos deuses dos PCs.



Ainda assim, apesar da AMD ter o processo mais avançado, a Intel continua a ser a rainha do IPC e frequências, graças à eficiência do seu processo de 14nm++++++ (já perdi a conta dos ‘+’). E como o gaming continua a preferir núcleos mais rápidos, a muitos núcleos, é possível que a Intel ainda tenha uma palavra a dizer em 2020.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário