PJ detém duas pessoas pela partilha ilegal de sinal de televisão


Por em

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, revelou que levou a cabo uma operação de combate à prática criminosa de partilha ilegal de sinal de televisão, também conhecida como “cardsharing”.

Neste âmbito, identificou e deteve, em flagrante delito, dois homens, casados, suspeitos da prática dos crimes de burla informática, acesso ilegítimo, detenção de dispositivos ilícitos, posse de armas e munições proibidas e recetação de veículo automóvel furtado, tendo procedido ainda à constituição como arguidos de mais seis suspeitos.

Foram concretizadas 12 buscas em residências, num estabelecimento comercial e em veículos automóveis, tendo-se apreendido diverso equipamento informático e eletrónico, que estava em pleno funcionamento, a aceder e a partilhar conteúdos de televisão, sem que para isso estivesse legalizado.

Em resultado dessas buscas foi apreendido material informático e eletrónico, designadamente diversos discos rígidos, mais de uma dezena de antenas, mais de três dezenas de “boxes”, mais de uma dezena de “switches” de rede, diversos routers, telemóveis, duas armas e munições proibidas e uma viatura automóvel furtada.

Os detidos, de 40 e 46 anos de idade, foram presentes à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coação, tendo ficado sujeitos a apresentações trissemanais e bissemanais às autoridades, respetivamente.

Leia também

Ou veja mais notícias de outros

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Seagate lança disco externo com 4 TB dirigido à Xbox One

Zotac PI225: Um mini-pc em destaque na Computex 2017

Seguinte