Os melhores jogos grátis para a PS4 na Playstation Store

35713
0
Share:

Nestas férias de verão, nada melhor do que passar umas belas tardes a jogar os melhores jogos free-to-play na Playstation 4. Aqui ficam algumas sugestões:

Smite

Smite é um Moba desenvolvido pela Hi-Rez Studios.

Este título é a prova de que mudando a perspectiva de como o jogador vê a personagem podemos ter uma experiência bastante diferente de jogos do mesmo género como League of Legends ou Dota.

Este jogo funciona como qualquer Moba tendo dez personagens disponíveis em rotação todas as semanas. É também possível adquirir permanentemente personagens e Skins com a in-game currency, o que nos dias de hoje não é uma aproximação muito comum nos jogos free-to-play, sendo que normalmente os upgrades cosméticos são quase sempre pagos com dinheiro real.

 

Este jogo tem uma quantidade invejável de modos de jogo, sendo estes os mais interessantes na minha opinião:

– Conquest: Este modo de jogo consiste num mapa com três lanes de cinco jogadores em cada equipa e o objetivo é destruir a base dos inimigos até eliminar o titã da equipa adversária.

– Arena: Neste modo de jogo o objetivo é eliminar os adversários para reduzir os pontos destes a zero.

– Assault: Têm um conceito semelhante ao modo Conquest. No entanto, o mapa não apresenta jungle e os cinco jogadores estão confinados numa lane.

Os mapas do jogo variam desde o Egipto à Grécia antiga. Os champions deste jogo são os deuses e semideuses de várias mitologias como Hércules (Grega), Thor (Nórdico) e Rá (Egípcia).

Para jogar este jogo não precisa de ter a subscrição do Playstation Plus ativa.

Paladin

Este jogo é da mesma developer que desenvolve Smite, a Hi-Rez Studios. Tal como Smite, Paladin não requer uma subscrição ativa de Playstation Plus para jogar.

Há quem afirme que Paladin é um clone de Overwatch mas depois de passar várias horas com o jogo posso afirmar que apesar de algumas semelhanças nos modos de jogo e nas personagens, Paladin é bastante único e é uma opção viável para quem gosta de heroe based shooters. Tem mecânicas interessantes e inovadoras para o género como mounts e um sistema que permite no decorrer do jogo modificar os stats da personagem consoante as necessidades da equipa. É um sistema bastante útil visto que não é possível mudar de personagem a meio do jogo.

Existem por enquanto três modos de jogo que incluem Onslaught (consiste em capturar um objetivo para ganhar), Siege (capturar um ponto no mapa e carregar o payload para ganhar) e Payload (consiste em conseguir empurrar o payload o mais longe possível para ganhar).

Em termos de mapas penso que poderia existir mais variedade e os que existem poderiam ter mais vida.

Este jogo corre a uns invejáveis 60 frames por segundo e mesmo em alturas de grande confusão não me parece que haja quebras de frames.

Marvel Heroes Omega

Marvel Heroes foi lançado para o PC em 2013. O jogo, quando foi lançado, não foi muito bem recebido tendo tido várias críticas pouco positivas.

Depois de muitos patches que resolveram vários bugs e melhoraram o late game do jogo tornou-se num dos melhores jogos free-to-play que se pode encontrar, tanto nas consolas como no PC.

Este título é um hack n slash muito ao estilo de Diablo em que a maior atração é colecionar todos os heróis disponíveis e o seu melhor gear.

Existe um grande roster de personagens sendo que quando inicia o jogo pode escolher um super herói. Para adquirir mais heróis pode usar a in-game currency (eternity splinters) ou usar dinheiro real. Esta in-game currency demora muito tempo a acumular e é preciso fazer grind durante muitas horas para obter o herói que pretende. Quando tal acontece é bastante satisfatório.

O jogador tem acesso a um roster na PS4 que ainda não se compara com o que existe no PC mas quando o jogo sair da fase beta pode ser que tenha mais heróis disponíveis.

O roster que existe na PS4 inclui personagens como Capitão América, Hulk, Iron Man, Spider-Man e Dare Devil e é possível explorar vários locais conhecidos da UCM como ValHalla, Hell’s Kitchen e Wakanda.

Neverwinter

Neverwinter é a prova de que MMO’s do estilo de dungeons and dragons podem existir numa consola. Este jogo pode ser concluído e evoluir as personagens até ao nível máximo sem gastar um cêntimo.

O facto de existir oito classes e uma dúzia de raças para escolher permite personalizar a sua personagem bem ao seu gosto e adaptá-la ao seu play style.

Porém, uma das desvantagens que este jogo apresenta, comparado com a versão do PC, é a dificuldade em comunicar com outros jogadores, sendo que a melhor opção é trazer um amigo e comunicar pelo chat de voz.

Outra desvantagem é a frame-rate que em alturas mais exigentes tende a descer dos 60 frames por segundo.

Apesar de tudo é um excelente free-to-play e não precisa de uma subscrição de Playstation Plus para jogar.

Warframe

Este jogo é um action MMO onde o jogador assume o papel de um cyber ninja que invade planetas com o objetivo de obter recursos e loot.

O jogador tem acesso a um vasto arsenal onde é possível equipar espadas, arcos, bastões, pistolas, metralhadoras, entre outras armas.

Na minha opinião, os tipos de missões de PVE (Player Versus Environment) que mais se destacam são:

– Exterminate: têm como objetivo eliminar vários inimigos e retornar ao extraction point.

– Spy: o jogador deverá ter uma abordagem mais stealth para hackear terminais aos inimigos.

– Survival: o objetivo é sobreviver a waves de inimigos.

– Mobile defense: tem como objetivo hackear um terminal e defender esse mesmo terminal dos inimigos.

Para além dos modos PVE, ainda existem os PVP que oferecem muitos conteúdos para um jogo que é free-to-play.


Share:

Leave a reply