Inicio outros Os maiores flops e embaraços tecnológicos de 2016

Os maiores flops e embaraços tecnológicos de 2016

É aquela altura do ano em que olhamos para trás e pensamos em tudo o que correu bem ou mal na nossa área de interesse. É possível que 2016 tenha batido recordes de falecimentos de ícones da cultura Pop, mas algumas das piores peripécias no mundo da tecnologia viverão para sempre, nas nossas memórias, e nos nossos memes.

Portanto, estes são os maiores embaraços tecnológicos de 2016. Com certeza que há muitos mais que poderíamos considerar. Por isso, se os nossos leitores se lembrarem de mais, avisem-nos.

 

1 – O Note 7 foi a sensação explosiva do ano, mas não no bom sentido 

Sejamos francos: se queremos ver um jornalista de tecnologia a chorar, basta falar-lhe do Galaxy Note 7.

QuandoFlops foi anunciado a 02 de Agosto, o Samsung Galaxy Note 7 não deixou dúvidas: tinha tudo para ser o smartphone do ano. Do processador que dominava os benchmarks à Stylus refinada, passando por uma câmara líder de mercado e o melhor ecrã do ano, o interesse gerado foi tanto que o terminal esgotou nas pré-vendas.

O Note 7 estava lançado para se tornar o Note de maior sucesso de sempre até começarem a explodir unidades. Um mês depois, as vendas eram suspensas e o Note 7 recolhido.

Infelizmente, o problema não estava limitado às baterias SDI e os dispositivos de substituição continuaram a explodir. Sujeita a pressão mediática extrema, sem o apoio das operadoras Americanas, a Samsung cancelou definitivamente o Galaxy Note 7.

De smartphone do ano, o Note 7 passou a ser um embaraço. Neste momento ainda existe um número substancial de unidades em circulação, prova de que os seus donos não querem separar-se deles. A única solução será a desactivação via operadora dos Note 7.

 

2 – A Internet transforma Tay no primeiro chatbot NAZI pró-Trump

É caso para nos perguntarmos o que estaria a Microsoft a pensar quando decidiu soltar um bot indefeso numa Internet que não perdoa.

Tay, ou “thinking about you”, era suposto falar como uma jovem típica de 19 anos e aprender com as conversações que ia tendo. A ideia era óptima, a execução foi desastrosa.

Flops

Em 16 horas, a Microsoft teve de encerrar a Tay após um chorrilho de tweets racistas, misóginos e simplesmente ofensivos. O gigante de Redmond culpou ataques concertados de indivíduos pela deturpação de Tay, o que não será mentira, mas não explica tudo.

O embaraço lançou a discussão quanto aos aspectos mais negros de uma inteligência artificial que está no seu início e – tal como qualquer descoberta científica – não distingue bem do mal.

3 – A terra é plana, ou como o Facebook não aprendeu nada com Tay e se deixou dominar por notícias falsas

O Facebook não é um serviço de notícias, mas não há hoje em dia quem não tenha um botão de partilha no seu site.

A rede social podia ter aprendido algo com a humilhação de Tay, mas não o fez e, em Agosto, despediu os curadores de notícias e apostou tudo no algoritmo que selecciona quais as notícias são trendy.

Em poucos dias as notícias populares eram falsas ou incorrectas. Em algumas instâncias eram partilhadas como notícias artigos de sites commerciais, pessoais, inclusivamente de extrema-direita.

Não ficou melhor a partir daí: durante as eleições presidenciais nos EUA, as notícias falsas tornaram-se tão comuns que muitos lhes apontam influência em todo o processo eleitoral.

O Facebook rapidamente tentou controlar os danos mas quem anda hoje em dia na rede social sabe bem quão fácil é publicar como verdade acusações sem base factual.

 

4 – A “coragem” da Apple, ou como se perde a noção do que é um ecossistema.

A Apple lançou este ano diversos dispositivos de topo, tipicamente avançados e cobiçados, mas um conjunto de omissões irritaram os fãs de longa data da grande maçã.

Na apresentação do iPhone 7, a Apple considerou coragem a extinção do jack de 35mm. Essa coragem significa no entanto que quem não quiser abdicar de auscultadores com jack terá de comprar um conversor para a porta Lightning, e quem optar por auscultadores Lightning precisará de um conversor para utilizar nos Mac.

Entretanto, os AirPods atrasaram-se até à época natalícia e a sua abordagem continua a não ser consensual.

Entretanto também, a Apple lançou o MacBook Pro 2016 e voltou a mostrar coragem, desta vez removendo ranhuras microSD, portas USB 3, HDMI e mesmo o conector MagSafe. Em resultado disto, qualquer um destes dispositivos significa adquirir cabos e conectores, muitos dos quais não compatíveis com ambos.

Foi um desastre de relações públicas que obrigou a Apple a baixar os preços dos seus cabos e conversores, algo que nunca foi barato para começar.

E depois começaram a dar problemas as baterias de iPhone 6s e do MacBook Pro, tornando este o primeiro portátil da Apple a não ser recomendado pela Consumer Reports.

5 – O mau karma dos drones da GoPro 

A GoPro mudou o modo como o mundo é visto. As suas pequenas câmaras de acção tornaram-nos todos um pouco mais voyeurs e levaram-nos para mais perto de coisas que nunca vimos.

Este ano a GoPro decidiu pensar mais alto e lançou o GoPro Karma, um sistema completo de fotografia aérea que amalgamava câmara à prova de água e drone.

Flops

Após muitos atrasos em que a GoPro não ficou bem na fotografia, os Karma chegaram finalmente ao mercado em Setembro e os donos orgulhosos rapidamente os colocaram em uso.

E rapidamente começaram a cair. Em pleno ar, os GoPro Karma perdiam energia e caíam desesperadamente para o chão.

A GoPro agiu depressa e retomou 2500 unidades do drone, sendo nesta altura quase certo que os Karma não voltarão a voar. Os motivos para as perdas de potência permanecem por explicar, mas poderão relacionar-se com o desacoplamento das baterias devido a vibrações.

E quem caiu com o Karma foi a GoPro, que há dois anos via as vendas baixarem e sofreu perdas de $3 biliões, vendo as acções mergulhar 20%. A GoPro precisava do Karma para recuperar o fôlego, e agora tudo está em risco. Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia também

Ryzen 5000 vão ser capazes de aceder à memória das novas gráficas!

A AMD não se preocupou apenas em lançar bons processadores e boas placas gráficas... Também tentou criar uma espécie de ecossistema! O que por...

Huawei acaba de receber uma grande notícia!

Quando começaram os problemas com os Estados Unidos as coisas começaram a ficar feias para a Huawei. Primeiro não conseguiram vender equipamentos nos Estados...

Instale a Play Store e apps Google nos smartphones Huawei!

Não é surpresa que os dispositivos da Huawei e Honor lançados no ano passado não incluem os Google Mobile Services. É exemplo disso, o...

Apple vai virar as costas à Google para se transformar numa rival?

Caso não saiba, as autoridades do mercado não estão muito felizes com o acordo feito entre a Apple e a Google, o que por...

Play Store prepara-se para receber uma grande novidade

A Play Store é uma das aplicações mais importantes que temos num smartphone. Dito isto não é de estranhar que esteja constantemente a receber...