O lucro da Samsung não está nos telemóveis, mas sim na memória!

Provavelmente, se ouvir falar da Samsung, irá automaticamente lembrar-se das suas televisões ou smartphones topo de gama… No entanto, não é aqui que a empresa Sul Coreana faz o seu dinheiro!

A Samsung anunciou recentemente as suas estimativas para o terceiro trimestre de 2018, e os dados partilhados apontam para que a empresa consiga ter o ano com maiores lucros de sempre da sua história.

Em suma, a Samsung está a planear chegar aos 15.8 mil milhões de dólares de lucro, um aumento de 20% em relação ao mesmo período do ano passado! Em paralelo, as receitas vão chegar a uns nunca antes vistos 57.3 mil milhões de dólares, mais 5% em relação ao ano passado.

Isto representa uma grande surpresa para toda a indústria! Afinal de contas, o ano de 2018 não tem sido nada simpático para os smartphones da empresa, com o Galaxy S9 e S9+ a ficarem bastante aquém do esperado, em termos de vendas. Similarmente, as TVs também não tiveram um resultado muito positivo.

da Samsung

Então como é que a Samsung conseguiu estes números recorde?

Foi tudo graças à divisão de memórias da empresa! Este ano, a Samsung tornou-se o maior fabricante de semi-condutores em termos de receita, ultrapassando até a Intel! Tendência que se tem mantido, com a gigante Sul Coreana a crescer cada vez mais neste segmento de mercado.

Aliás, no segundo trimestre do ano, o seu negócio de memórias cresceu 33% em termos de receita. No entanto, a divisão de smartphones regrediu 22%.

Fonte


Processador do Samsung Galaxy S10 irá contar com uma NPU dedicada!

Nos últimos meses, tem sido bastante claro, que a tendência em voga no mercado de smartphones é a implementação de ‘IA’! Ou seja, funcionalidades chave, baseadas na utilização de Inteligência Artificial.

Afinal de contas, o novo SoC Kirin 980 da Huawei, que irá equipa os próximos topos de gama Mate 20 e Mate 20 Pro, já conta com duas Unidades de Processamento Neural (NPUs)! Isto, de modo a melhorar a performance IA dos aparelhos da gigante Chinesa.

No entanto, no outro lado da barricada, a Samsung tem ‘evitado’ este tipo de implementações… Mas isto pode estar prestes a mudar, com o Galaxy S10!

Clique aqui para ler mais.