Os Lagos numa lua de Saturno são assim – por isso nem pense em mergulhar!

Quando o calor aperta um bom mergulho é normalmente uma excelente opção, quer seja num mar, num rio ou até num lago que seja relativamente seguro. No entanto há lagos e lagos e um onde não quereriam mesmo mergulhar fica na lua de Saturno, Titã.

Para recordar a missão inovadora da Cassini, a NASA aproveitou a oportunidade para destacar uma das imagens mais impressionantes capturadas pela sonda espacial pouco antes da sua morte planeada.

A foto mostra um enorme conjunto de lagos e mares localizados perto do pólo norte de Titã. Eles parecem bastante agradáveis vistos de cima, mas definitivamente não são.

A Lua de Saturno, Titã, está realmente cheia de líquido. Os mares maciços – Punga Mare, Ligeia Mare e Kraken Mare – têm centenas de quilômetros de diâmetro, e os lagos menores também são bastante grandes.

Se tudo isto fosse água líquida, seria um verdadeiro paraíso, mas definitivamente não é. Em vez de água, Titã lida principalmente com metano e etano.

Os corpos líquidos que é possível observar, na realidade são conjuntos de etano líquido, com nuvens de metano acima e uma atmosfera tóxica a envolver todo o planeta.

“Com a sua atmosfera densa, Titã tem um ciclo de metano muito parecido com o ciclo de evaporação da Terra, formação de nuvens, chuva, escoamento superficial em rios e recolha em lagos e mares”, explica a NASA.

É um planeta incrivelmente hostil, pelo menos para a vida como a conhecemos, mas ainda é um lugar interessante para os cientistas estudarem.

O simples fato é que não sabemos onde é que a vida se pode formar. Sabemos que condições ajudaram a criar a vida na Terra, mas já estivemos errados acerca do que era necessário para sustentar a vida na passado.

Pensava-se que a luz do sol era uma necessidade absoluta, mas as criaturas encontradas no fundo do mar onde a luz não entra, provaram que a luz não era obrigatória.

O mesmo pode acontecer com a água? Poderia a vida subsistir num lago de etano? Muitos cientistas diriam que é pouco provável, mas também não é impossível.

Existe até a possibilidade de estar presente água líquida sob a superfície congelada do planeta, o que poderia permitir o desenvolvimento de microrganismos.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Gboard: já pode personalizar como nunca o teclado da Google!

Não há dúvidas de que o teclado da Google, o Gboard é um dos melhores e mais utilizados. Funciona bem e disponibiliza diversas funcionalidades....

Ataques informáticos dão 35 anos de prisão a homem de 32 anos!

Muitas pessoas acham que estão a salvo por fazerem atividades ilícitas atrás de um computador. No entanto isto não podia estar mais longe da...

Não jogue estes jogos! São considerados os mais tóxicos!

Se por acaso costuma jogar diariamente os mais diversos vídeo jogos então certamente deverá saber que existem uns com comunidades mais tóxicas do que...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!