Os cartões microSD estão a mudar; novo rating inclui capacidade para correr aplicações 


Por em

O autor sempre preferiu smartphones com cartão de memória por razões práticas, mas muitos fabricantes optam por memória não expansível. A razão é óbvia: quando colocamos um pobre microSD num smartphone com memórias rápidas, o diferencial de capacidades tira performance ao dispositivo e potencia erros.

É por isso que entrará em vigor uma nova classificação de cartões microSD que levará em conta a capacidade dos cartões para correr aplicações, mais do que simplesmente gravar e recuperar dados. Desta forma os utilizadores poderão escolher os microSD mais adequados às suas necessidades de performance.

A Application Performance Class Specification classificará com a categoria A1, aqueles cartões microSD marcados com A1 estão certificados como capazes de rácios de escrita aleatória
(Random Read Input-Output ou IOPS) de 1500 por segundo, e performance sequencial contínua de 10MB por segundo.

Estes factores são mais importantes para o funcionamento correto duma app, e deverão então ser preferidos os cartões microSD.

Todos os telemóveis deverão ser compatíveis com este novo padrão, porque acarreta poucas alterações nos cartões em si.

No entanto, convém lembrar que apenas a partir do Android Marshmallow é possível utilizar os cartões microSD para correr apps e que apesar do cartão ter determinados requisitos, o smartphone pode não ter conectores equiparáveis.

A capacidade do fluxo de dados entre terminal e cartão não é algo de que os fabricantes costumem falar.

Leia também

Ou veja mais notícias de outros

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

TP-Link apresenta a NC450, uma câmara HD Wi-Fi com Pan/Tilt, capacidades de visão noturna e um ângulo de rotação de 360 graus

A JDI tem um painel LCD que elimina a pixelização em dispositivos VR

Seguinte