Inicio Saúde Obstipação - O que é? Quais as estratégias naturais?

Obstipação – O que é? Quais as estratégias naturais?

Obstipação designa-se por um padrão de trânsito intestinal anormal! Ou seja, quando o número de dejeções por semana é inferior a 3.

A American Gastroenterological Association define obstipação como a difícil ou infrequente passagem de fezes, às vezes associada com tensão ou um sentimento de defecação incompleta.

A má alimentação frequentemente causa constipação! Dito isto, a ingestão suficiente de fibra dietética e ingestão adequada de água são necessárias para ajudar a manter as fezes moles.

Obstipação, fazer coco, prisão de ventre

Stress, mudanças na rotina e condições que retardam as contrações musculares do cólon ou retardam a vontade de ir à wc também podem levar à constipação.

Critérios para considerar obstipação crónica:

Assim, quando 2 ou mais das seguintes queixas presentes, pelo menos durante 12 meses, sem administração de laxantes:

  • Dificuldade na defecação em pelo menos ¼ das vezes
  • Fezes duras em pelo menos ¼ das vezes
  • Sensação de evacuação incompleta em pelo menos ¼ das vezes
  • 2 ou menos movimentos intestinais numa semana

Origem da obstipação:

Resumidamente, obstipação pode ser primária (ocorre sem uma causa identificável subjacente) ou secundária (devido a fármacos causadores de obstipação, fatores de estilo de vida ou distúrbios médicos).

Obstipação, fazer coco, prisão de ventre

Assim, obstipação não é uma doença, mas um sintoma de uma doença ou problema subjacente.

Frequentemente, resulta de uma dieta pobre em fibras, ingestão inadequada de líquidos, diminuição da atividade física ou do uso de fármacos obstipantes como os opiáceos.

Apresentação clínica:

Sinais e sintomas:

  • Evacuações pouco frequentes (menos de 3 por semana)
  • Fezes duras, pequenas ou secas
  • Dificuldade ou dor na defecação
  • Sensação de desconforto abdominal ou inchaço, evacuação incompleta, etc.

Testes laboratoriais

  • Em pacientes com sinais e sintomas sugestivos podem ser realizados testes de função da tiroide, eletrólitos, glucose, hemograma completo.
  • Exames:
    – Protoscopia/Rectoscopia
    – Sigmoidoscopia
    – Colonoscopia
    – Enema de bário

Em casos graves, testes adicionais podem ser necessários para identificar a causa de seus sintomas.

Prevenção e tratamento não farmacológico

Primeiramente, deve alterar a dieta e estilo de vida! Ou seja, aumentar a quantidade de fibra consumida diariamente, aumento da ingestão de líquidos e exercício físico.

Deve ter sempre o cuidado de ingerir diariamente entre 20 e 35 gramas de fibra. O que parece ser fácil, mas a maioria das pessoas apenas consome 10 a 15g!

Obstipação, fazer coco, prisão de ventre

Dito isto, ingira estes alimentos diariamente:

  • Farelo e outros cereais integrais encontrados em cereais de alta fibra, pães e arroz integral
  • Legumes, como brócolos, couve de Bruxelas, cenoura e espargos
  • Folhas verde-escuras e frondosas, como couve, espinafre e acelga
  • Frutas frescas, como maçãs, bagas, ameixas e peras
  • Frutos secos, como passas, damascos e ameixas secas
  • Feijões, legumes e lentilhas

E ainda, o uso de probióticos como kefir, iogurte natural, quark (com chia ou linhaça), têm demonstrado bons resultados! Assim, talvez seja uma boa estratégia adiciona-los!


  • Para saber mais sobre probióticos, clique aqui.

Paralelamente, deve limitar o consumo de álcool e bebidas cafeinadas, que causam desidratação!

Obstipação, fazer coco, prisão de ventre

Beba pelo menos 8 copos de água por dia. Por exemplo, dois ao acordar e um ao pequeno almoço, Meio da manhã, almoço, lanche, jantar, antes de dormir! Deste modo, irá perfazer pelo menos, mais de um litro e meio. Paralelamente, é aconselhável beber água quando se como fibras de modo a formar um gel.

Relativamente ao exercício, o recomendado será o mínimo de 30 minutos por dia pelo menos cinco vezes por semana (tente caminhar, nadar ou andar de bicicleta).

Incrivelmente, se sentir vontade de evacuar, não perca tempo. Isto porque, quanto mais espera, mais dificuldade terá!

Obstipação, fazer coco, prisão de ventre

Concluindo, ter hábitos saudáveis e beber bastante água são dos melhores tratamentos naturais para a obstipação. Contudo, se vive em stress ou sofre de uma doença que causa este sintoma, recorra a um médico ou farmacêutico.

No entanto, caso sofra de  constipação crónica mesmo tendo mudando os seus hábitos é importante que converse com seu médico!

Fonte 1 Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Joana Morais
Desde que me conheço a área da saúde sempre me fascinou, em especial a área da fitoterapia e nutrição. Muitas vezes brincando que noutra vida fui "feiticeira" porque sou apaixonada por tudo o que têm propriedades curativas. Finalizado o mestrado integrado em Ciências Farmacêuticas, sinto-me útil a ajudar.

Leia também

MIUI 13: estes são os smartphones Xiaomi que vão receber!

A interface da Xiaomi, a MIUI, é sem dúvida uma das melhores. Não só pelo design clean e com alguns elementos inspirados na Apple,...

Galaxy Buds Beyond: são estes os novos auriculares da Samsung?

A Samsung está a preparar-se para um evento Unpacked no início de Janeiro. Aí, a gigante coreana deve apresentar a gama Galaxy S21 mas...

Black Friday Super Sale: Oferta do Windows 10 e Office por um preço louco!

Está preparado para uma das maiores oportunidades desta Black Friday? Então aproveite agora mesmo esta grande novidade integrada na GoDeal24.com Black Friday Super Sale!...

Samsung retoma o update One UI 3.0 beta para o Fold 2!

Outro dia referimos na Leak que a Samsung suspendeu o update One UI 3.0 Beta para o Galaxy Z Fold 2. Isto devido a...

Huawei: finalmente as lentes líquidas estão a caminho do P50!

Não é a primeira vez que falamos de lentes líquidas na Leak associadas à Huawei. De facto, já muito se falou mas ainda nada...