O Primeiro Samsung Galaxy Note mudou o mercado há 7 anos!

Um smartphone espetacular, mas talvez um pouco grande de mais para alguns utilizadores…” Isto foi o que a imprensa disse logo após a conferência da Samsung na IFA Berlin em 2011, acerca do primeiro Galaxy Note!

Já naquela altura, o Galaxy Note tinha toda a tecnologia que alguma vez poderia desejar, mas existia uma preocupação bastante grande, relativamente ao tamanho! Afinal de contas, há 7 anos, andar com um ‘monstro’ de 6 ou 7”, não era normal como é hoje em dia.

Mas depois veio o sucesso!

Muitos utilizadores ficaram bastante felizes por finalmente terem a hipótese de andar com um telemóvel muito maior que o resto da concorrência! E como podemos ver como o mercado evoluiu, a Samsung sabia muito bem o que estava a fazer!

Dito isto, o Galaxy Note não é único smartphone influenciador de mercado… Mas pode muito bem ser o mais influenciador! Criando uma categoria completamente nova no mercado, os ‘Phablets’!

Quem era o maior rival do Galaxy Note na altura?

Há 7 anos, o mercado de smartphones estava a crescer muito rapidamente, com vários telemóveis de topo a serem lançados todos os meses! Temos o exemplo do iPhone 4S, que ainda consegue encontrar na rua em 2018, e claro o Galaxy S2 com um ecrã de 4.3”.

No entanto, nenhum destes smartphones eram como o Samsung Galaxy Note! Conseguiam competir a nível de especificações, mas no ecrã, o Note dava uma autêntica goleada! O que é muito interessante, se tivermos em conta todas as reações da audiência durante o evento na IFA 2011!

Contudo, não foi o primeiro ‘Phablet’ do mercado!

Curiosamente, o Galaxy Note não foi o primeiro phablet do mercado! E por isso, quando a Samsung decidiu lançar este telemóvel, não fazia a minima ideia se seria uma aposta 100% vitoriosa.

Isto porque a HTC já tinha lançado o ‘Advantage’! Um smartphone Windows Mobile com um ecrã de 5”.

No entanto, apesar do ecrã ser bastante grande, a tecnologia ainda não estava avançada o suficiente para que pudéssemos considerar o HTC Advantage como um aparelho portátil. (Pesava quase meio kilo!)

Em suma, a Samsung aprendeu com os erros da HTC e de outras empresas! Garantindo que o Galaxy Note oferecia uma experiência de utilização muito boa, mantendo-se pequeno e leve o suficiente para ser usado como um telemóvel normal.

E na altura, com a linha Galaxy S já a todo o gás, a Samsung sentia a confiança necessária para arriscar! Afinal de contas, apenas precisava de usar o seu conhecimento num aparelho com um ecrã um pouco maior!

Especificações do Samsung Galaxy Note

Samsung Galaxy Note

O Samsung Galaxy Note chegou ao mercado com especificações iguais ou melhores que a maioria dos seus rivais! Com um processador dual core de 1.4GHz, uma câmera traseira de 8MP e uma câmera frontal de 2MP, 1GB de memória RAM e ainda 16/32GB de armazenamento.

Em paralelo, o ecrã além de ser bastante maior do que o mercado estava habituado, era também um painel Super AMOLED HD com a resolução de 1280 x 800! Provavelmente o melhor ecrã de telemóvel no mercado na altura!

A pesar 178g e com uma espessura de quase 1cm, era também extremamente portátil! Possuindo ainda um design simples e minimalista semelhante ao Galaxy S2.

E depois, tínhamos ainda a S-Pen! Lançada numa altura em que Steve Jobs tinha gozado tanto com a tradicional ‘Stylus’, que era provavelmente o acessório tech menos na moda no momento. No entanto, a Samsung ignorou tudo isto, e meteu o seu departamento de Marketing a todo o gás, comercializando o Note, como um telemóvel focado na produtividade do utilizador.

Em suma, a Samsung esforçou-se muito para fazer da S-Pen, algo mais que uma simples ‘Stylus’! Podia capturar ‘screenshots’, lançar aplicações próprias no telemóvel, etc.

Curiosamente, este tipo de acessório nunca ganhou muita popularidade fora dos telemóveis Galaxy Note! Hmm…

O Galaxy Note foi um tremendo sucesso!

Apesar do Galaxy Note ter sido feito a pensar na produtividade, também fez muito sucesso junto do utilizador tradicional! O ecrã grande de alta resolução, permitia uma navegação web acima da média. Isto já para não falar na qualidade em Gaming, ou a ver fotos/filmes.

Dito isto, o Note teve um número de vendas impressionante! Vendendo cerca de 1 milhão de unidades nos primeiros dois meses! E em agosto de 2012, 9 meses depois do lançamento, já tinha alcançado a marca das 10 milhões de unidades.

Conclusão

Claro que após o estrondo sucesso do primeiro Galaxy Note, chegou a concorrência!

Basta entrar numa loja de telemóveis Online ou Física, e perceber a influência que o Note teve no mercado! A maioria dos telemóveis hoje vendidos têm uma versão ‘Plus’, ou já têm um ecrã com pelo menos 5.5 ou 6”!

Aliás, a versão mais pequena do Galaxy S9, conta com um ecrã com mais 0,5” do que o Galaxy Note! E talvez ainda mais interessante… Telemóveis que são vendidos com o intuito de serem pequenos, como o Sony Xperia XZ2 Compact, seriam considerados um ‘phablet’ em 2011!

Fonte

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário