O PC Gaming está a entrar numa desapontante fase de exclusividades…


Por em

PC Gaming – Acho que hoje em dia, ninguém tem dúvidas que a indústria dos videojogos, é um dos mercado mais competitivos do mundo. Com uma comunidade super apaixonada, que tão depressa se une contra uma certa injustiça, como no momento seguinte, já se separaram, com cada jogador a defender a sua consola e jogos de preferência.

No entanto, no meio disto tudo, tínhamos o PC Gaming!

PC Gaming

Que se orgulhava de ter algumas das melhores práticas, e também de não ter de lidar com os exclusivos que pairavam sobre as consolas da Sony e Microsoft… Isto, até agora!

No passado, o mercado de jogos para PC, era marcado pela sua abertura. Afinal de contas, foi apenas quando a Valve e a sua plataforma de jogos Steam, entre outras plataformas como a Origin da EA, etc… Chegaram ao mercado, que a ideia de obter um jogo, apenas num sítio, se tornou uma realidade.



Contudo, mesmo nesta altura, era perfeitamente possível ir a qualquer outra loja, e comprar uma cópia física do jogo.

Em boa verdade, o mundo das consolas é vastamente diferente do mundos dos PCs! Cada sistema é definido não só pelo seu hardware, mas também pelos jogos que tem disponível no mercado

Assim, para garantir as vendas das suas consolas, as marcas sempre utilizaram a estratégia da exclusividade de jogos… Em suma, quanto mais jogos estiverem disponíveis para uma cerca consola, maior será o desejo do consumidor, em a comprar.

E pelos vistos, é algo que lentamente, está a passar para o mundo do PC Gaming.

Já todos percebemos, que a Epic Games Store tem o grande objetivo de derrotar o gigantesco Titã que é a Steam. E por isso, chegou ao mercado com a promessa de dar uma fatia muito maior do bolo, aos estúdios.

Mas isso não foi suficiente para os jogadores saltarem de plataforma! Por isso, a Epic Games decidiu adotar um pouco da estratégia, que tanto sucesso tem feito no mundo das consolas… Os exclusivos!

Algo que aparentemente está a ter resultados, apesar de estar a ‘irritar’ uma grande percentagem da comunidade.

Foi na GDC, que a Epic clarificou que o que se passou com Metro Exodus, não poderia voltar a acontecer. Além disso, também mencionou que a estratégia de exclusividade, não poderia durar para sempre.



No entanto, algumas semanas após estas declarações, a empresa voltou atrás, e garantiu um novo exclusivo, Borderlands 3!

Afinal de contas, em equipa que ganha… Não se mexe! Não é?

Ainda assim, temos de salientar, que mesmo que a ‘moda’ dos exclusivos invada o PC Gaming. Ao contrário do mundo das consolas, não precisamos de comprar um sistema completamente novo, para jogar ‘x’ jogo.

Apenas temos de instalar mais um launcher, e comprar o jogo por essa plataforma.

PC Gaming

Curiosamente, esta onda da exclusividade, está também a chegar o mundo dos jogos mobile!

É bastante comum, que alguns jogos cheguem primeiro ao iOS, ou primeiro ao Android. Mas isso sempre foi algo derivado das dificuldades de desenvolvimento do jogo, e não de acordos previamente feitos e assinados.

É verdade que o desenvolvimento é mais fácil na plataforma da Apple, e que a Apple Store dá mais dinheiro que a loja da Google, mas as coisas parecem estar a mudar bastante agora. 

Ainda se lembram do serviço de subscrição Apple Arcade, que a empresa lançou há algumas semanas atrás? É a primeira ‘facada’ ao gaming no Android!

Este serviço já garantiu uns quantos títulos, que nunca irão ver a luz do dia, no lado do SO Android. Afinal, os benefícios para os programadores, são bastante apelativos, e anulam completamente os pontos negativos.

Infelizmente, a Google tem negligenciado o estado do gaming Android. Sem qualquer tipo de protecção contra quem escolhe piratear os jogos, em vez de os comprar.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo!

Leia também

Ou veja mais notícias de Featured, Jogos

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Um processador Intel Core i7 é sempre mais rápido que um i5?

Xbox vs Google: Microsoft afirma que o Stadia não vai ter jogos suficientes

Seguinte