O novo Wear OS 3 é exclusivo Samsung até quase 2023

Como deve saber, a Google está a fazer uma grande nova aposta no seu sistema operativo para smartwatches, ao lançar a atualização 3.0 para o seu Wear OS. Uma aposta que curiosamente vai ter um grande apoio da Samsung, tanto no desenvolvimento do software, como na sua implementação. Sabe porquê? Porque a Samsung vai ter a exclusividade do Wear OS 3.0 até pelo menos ao fim do próximo ano.

O que claro, deixa de fora todos os utilizadores que já compararam relógios dentro deste ecossistema, de diferentes marcas como a Fossil, Casio, e TicWatch. Aliás, se por ventura tem um relógio Wear OS baseado num SoC Qualcomm Snapdragon Wear 3100 (ou mais antigo), pode dizer adeus à nova atualização, porque está mesmo fora dos planos.

O novo Wear OS 3 é exclusivo Samsung até quase 2023

Portanto, o Wear OS vai FINALMENTE receber uma cara lavada, tudo graças à fusão de conhecimentos da Google, Samsung e Fitbit, o que por sua vez vai dar origem ao Wear OS 3. Algo que muito provavelmente vai querer ter no seu smartwatch, mas que infelizmente, não vai poder instalar… É que a nova atualização é exclusiva Samsung até ao fim de 2022, isto se não existirem atrasos, caso contrário, apenas em 2023.

Aliás, a atualização é na verdade exclusiva para os Samsung Galaxy Watch 4 que vão ser anunciados no dia 11 de Agosto. Visto que toda a anterior geração, onde temos de incluir os ainda muito recentes Galaxy Watch 3, estão de fora.

- Advertisement -

Entretanto, caso queira conhecer a lista de aparelhos certificados para receber a atualização Wear OS 3, encontra-a em baixo:

  • TicWatch Pro 3 / E3
  • Nova gama de smartwatches Fossil que deverá ser lançada no fim do ano. (Vai chegar com o Wear ‘antigo’).

Em suma, apesar de ser uma das atualizações mais esperadas, e na verdade, mais necessária dentro do ecossistema Google… Vai ser um exclusivo temporário Samsung Galaxy Watch, durante pelo menos 12 meses. O que na minha opinião não faz grande sentido, mas é o que é… Curiosamente, isto significa que os relógios da Samsung vão ser o mais próximo daquilo que vamos ter a um Pixel Watch.

Qual é a desculpa da Google?

Apesar de parecer óbvio para todos que a Samsung tem um acordo de exclusividade com a Google devido ao seu input, a gigante da pesquisa afirma que este ano de exclusividade é necessário devido às muitas mudanças feitas debaixo do capô. Afinal de contas, além das novas funcionalidades e melhorias na performance, temos também um grande impacto na experiência de utilização.

Aliás, a atualização não só vai obrigar a fazer um Reset de Fábrica, como nem seque ré obrigatório. Ou seja, quem quiser fazer a atualização, vai ter de fazer opt-in, antes do rollout começar.

Entretanto, quem ficar preso no Wear OS 2, vai continuar a receber atualizações, nomeadamente de segurança.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Tem um relógio Wear OS e está desiludido? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.