O nosso smartphone está mesmo a ouvir tudo o que dizemos?

Já lhe aconteceu estar a falar com amigos com o telemóvel em cima do café, mencionar que precisa de uma televisão nova, e do nada começar a ser inundado por anúncios publicitários a apontar para vários modelos de TV extremamente recentes? Pois bem, as coinciências existem, mas acredita realmente nelas?

O nosso smartphone está mesmo a ouvir tudo o que dizemos?

pixel, 7a, iphone, apple, 15 pro max

Portanto, é inegável que o nosso smartphone, e na realidade muita da tecnologia que está à nossa volta no dia-a-dia, tem a capacidade de ouvir o que dizemos, e até de compreender todo esse discurso para o transformar em dados importantes para terceiros.

Sendo exatamente por isso que a Check Point Software decidiu pegar no smartphone mais popular do planeta, o iPhone, para perceber afinal como é que este amigo que ouve tudo, mas não diz nada realmente funciona.

Será que o iPhone consegue mesmo ouvir-nos?

Bem, sim, o iPhone pode estar a ouvir tudo o que passa à sua volta de forma passiva. Porém, nunca de forma intrusiva ou ilegal que possa imaginar. Afinal, apesar de assumir que recolhe dados, a Apple não vende os vende a terceiros para fins de marketing como outras empresas fazem.

  • “O cliente não é o nosso produto e o nosso modelo de negócio não depende da recolha de grandes quantidades de informações de identificação pessoal…”
Nesse caso, porque é que por vezes parece que os iPhones nos ouvem?

Uma das principais razões pelas quais isso acontece é para detetar comandos de voz, como é o exemplo do “Hey Siri”. Além disto, apesar de todos os sistemas de segurança desenvolvidos e implementados nos últimos anos, existe também a possibilidade de algumas apps estarem muito atentas ao que você diz.

Ou seja, o iPhone em si não está a ouvir de forma maliciosa, mas algo que possa ter instalado mais tarde pode realmente estar mal intencionado.

De forma mais concreta, quando se trata de publicidade, o termo “escuta” refere-se realmente à utilização de algoritmos sofisticados de aprendizagem automática, que analisam a linguagem para encontrar oportunidades de segmentação de anúncios.

Sendo exatamente por isso que receber anúncios sobre um qualquer produto que tenha mencionado numa conversa não seja nunca uma curiosa coincidência.

E a Siri?

A Siri “ouve” continuamente o sinal específico “Hey Siri” (e um pequeno número de sons semelhantes que indicam que uma pessoa pode ter tentado dizer “Hey Siri”).

Depois de uma pessoa ter dito “Hey Siri”, a informação é em grande parte processada localmente; um afastamento um pouco recente da configuração anterior, em que a informação era processada nos servidores da Apple.

Estará o iPhone a ouvir-nos ilegalmente?

No caso do iPhone, as aplicações de terceiros são obrigadas a obter o consentimento explícito do utilizador quando recolhem dados do microfone. De forma mais concreta, a Apple analisa as aplicações para garantir que estão em conformidade.

Ou seja, as aplicações têm de passar pelo processo de revisão da Apple para verificar a conformidade com a privacidade antes de serem autorizadas para a loja de aplicações. Porém, o processo não garante que os programadores de aplicações não possam “mudar as regras” numa fase posterior.

Por outras palavras, no que diz respeito às aplicações, a Apple faz tudo o que está ao seu alcance para garantir que os iPhones não espiam.

Há motivos para preocupação?

Geralmente não. Porém, se estiver preocupado com este assunto, tenha em atenção que as gerações mais recentes do iPhone têm um indicador na parte superior do ecrã que mostra quando o microfone e a câmara estão ligados.

  • A luz fica laranja quando o microfone está ligado. Fica verde quando a câmara está ligada.

Dito tudo isto, se estiver preocupado com a privacidade, considere as sugestões abaixo:

1. Desligue o microfone para a Siri e para aplicações individuais.

Para desligar o microfone do iPhone para a Siri, aceda a Definições > Siri e Pesquisa. Em seguida, desative o seguinte:

– Ouvir ‘Hey Siri’

– Premir o botão lateral para a Siri

– Permitir Siri quando bloqueado

Para rever as permissões e desativar o microfone para aplicações individuais, navegue até Definições e, em seguida, clique em aplicações individuais. Se não pretender que o microfone dessa aplicação permaneça ligado, basta ativar o interruptor.

2. Considere a possibilidade de utilizar uma VPN, que tornará o seu dispositivo menos vulnerável a ameaças ao fornecer uma ligação encriptada e privada.

Faça a sua pesquisa e encontre um fornecedor de VPN com boa reputação. Evite fornecedores de VPN que vendam as suas informações de contacto a anunciantes. Leia atentamente a política de privacidade de um fornecedor de VPN antes de concordar em utilizar o seu serviço.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.