O mito do modo de voo no smartphone. Real ou Falso?

Meter o nosso smartphone em modo de voo (modo de avião) quando a viagem está prestes a começar, é hoje em dia algo completamente normal, e é até senso comum. Aliás, já tive pessoas em pânico ao meu lado a perguntar-me se não ia meter o meu smartphone em modo de voo, quando estávamos apenas a sentar-nos e a arrumar malas.

Mas, será que isto tem mesmo impacto na viagem? Ou será apenas um mito?

O mito do modo de voo no smartphone. Real ou Falso?

avião

Portanto, todo e qualquer smartphone tem um modo de voo disponível, o que acaba por dar uma grande importância à funcionalidade. Afinal de contas, se não fosse algo realmente necessário, será que as fabricantes iam mesmo disponibilizar a funcionalidade de forma tão massificada?

Ainda assim, a realidade é que a necessidade da funcionalidade é mais um mito que outra coisa. Pelo menos no campo da interferência com os sistemas de navegação do avião onde se encontra.

- Advertisement -
As companhias áreas querem o modo ligado por uma outra razão.
Exemplo de sistema, e uso de seletor tráfego “Pico-Cell”

Aliás, na Europa, já se permitem chamadas telefónicas e uso de dados móveis em voo desde 2022. Porquê? Simples! Todos os aviões têm agora um sistema de controlo de tráfego (pico-cell), que por sua vez assegura que os sinais de comunicação dos smartphones não têm qualquer impacto nos sistemas de comunicação do avião propriamente dito.

Curiosamente, mesmo sem a tecnologia “pico-cell”, existe pouca evidência que um smartphone, ou melhor… Um avião cheio de smartphones, tenha a capacidade de ter algum tipo de impacto nos sistema de comunicação e navegação.

A própria FAA (Federal Aviation Administration) fez um estudo em 2012, e encontrou perto de 0 provas, e por isso, não foi capaz de tirar conclusões relativas à existência de problemas de interferência entre sistemas.

A razão real da obrigação do uso do Modo Avião é curiosa, simples, e na verdade importante.

A ideia é manter os tripulantes calmos, ao mantê-los fora da vida real, ou melhor, dos seus problemas diários. Consegue imaginar casos de pânico e agressividade num avião?

Além disso, também acaba por ser uma fonte de rendimento para as companhias áreas, visto que muitas delas já vendem planos de dados em quase todos os seus voos, sejam estes de curto ou longo curso.

De onde vem o mito?

Foi a própria FCC (Federal Communications Commission) a decidir banir o uso de telemóveis em aviões no distante ano de 1991. Isto ao mesmo que citava a razão de “interferência na rede de dados”.

Algo que até podia ser verdade na altura, mas que hoje em dia, no mundo da aviação moderna, é um não assunto.

Conclusão

Os telemóveis não interferem com os sistemas de aviação há várias décadas.

Ainda assim, é uma norma que continua a fazer parte do livro de regras de todas as companhias, e que hoje em dia é tão normal como tirar os líquidos da mala, passar no detetor de metais, ou despejar a sua garrafa de água.

A verdadeira razão está nos bolsos das companhias, e na sua própria segurança. O que até faz algum sentido… Consegue imaginar discussões ao telefone num avião, um e-mail com más notícias, ou mensagens mais ácidas, tudo isto a uma altura de 20 mil pés?

 

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.