O Facebook criou uma nova aplicação de reconhecimento facial


Por em

Atualmente, o Facebook encontra-se envolvido em todo o género de polémicas e criticas, algo que aconteceu devido às inúmeras falhas privacidade e fugas de informação nas suas redes sociais. No entanto, apesar de tudo isto… Parece que a empresa continua a apostar no desenvolvimento de tecnologias assustadoras.

A empresa confirmou nesta Quinta-Feira que criou uma aplicação para os seus funcionários, que permitia identificar alguém através de reconhecimento facial.

Tem noção do que isto significa?

Muito resumidamente, isto quer dizer que através dessa aplicação, bastaria apontar a câmera para a cara de alguém e se houvesse informações suficientes, o seu Facebook iria aparecer. Contudo, segundo o Business Insider, esta aplicação foi desenvolvida entre 2015 e 2016 e já foi descontinuada.

Felizmente, esta aplicação nunca foi lançada para o público e parece ter sido ‘cancelada’

Dito isto, apesar da empresa confirmar a criação da aplicação, a mesma garante que não era possível identificar alguém na rede social.

Assim sendo, um porta-voz do Facebook adiantou que: “A aplicação descrita… funcionava apenas para funcionários do Facebook e só podia reconhecer funcionários e amigos com o reconhecimento facial ativo”.

Segundo as informações, mesmo numa fase inicial a aplicação exibia em apenas segundos o nome e a foto de perfil de quem fosse identificado.

Facebook Libra

Não é a primeira vez que o Facebook opta pelo reconhecimento facial para identificar utilizadores da plataforma

Isto porque, anteriormente a empresa criou as “tags”, uma funcionalidade que foi o centro de uma acção em 2015 que alegava a violação de uma lei de privacidade biométrica.

Além disto, saiba que tudo isto aconteceu antes do grande escândalo de 2018 (Cambridge Analytica), em que dados de 87 milhões de utilizadores foram acedidos sem o seu consentimento. O que levou a uma multa milionária ao Facebook no valor de 5 mil milhões de dólares.



Curiosamente, esta informação vem pouco tempo depois de ser revelado o “bug” que deixava a câmera frontal do iPhone ligada em segundo plano. Poderá ter sido apenas uma coincidência ou não… No entanto, tudo aponta que a equipa do Facebook tenha criado muitas aplicações “esquisitas” ao longo dos anos.


Ademais, o que pensa sobre isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte 

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Desespero? Intel afirma que i3-8145U é mais rápido que o Ryzen 7 3700U

Cyberpunk 2077 + Cybertruck da Tesla? Vai ser uma realidade!

Seguinte