O dobrável vem ocupar o espaço do telemóvel “compacto”!?

Como comentámos há algumas horas atrás, o smartphone “topo de gama” compacto está basicamente morto no mercado mobile moderno. A última grande fabricante decidiu desistir do formato (ASUS), e ao que tudo indica, mais nenhuma marca tem grande vontade de desenvolver um smartphone deste tipo, porque… Bem… Não se vende!

Nem a Apple foi capaz de ter sucesso neste mercado, uma fabricante que no passado foi conhecida por ter o smartphone mais leve, fino e confortável à face da terra. (Design do iPhone 6, 7s, 7 e 8, que também deu origem ao iPhone SE 2 e 3).

Bem, será que este mercado está mesmo “morto”, ou está apenas a mudar?

Smartphone dobrável vem ocupar o espaço do telemóvel “compacto”!?

Portanto, com o fim do Zenfone compacto, agora que a ASUS também decidiu apostar num formato Ultra, a realidade é que mais nenhuma fabricante Android quer apostar no formato.

- Advertisement -

Porquê?

No fundo é fácil de compreender.

Zenfone 10, o último smartphone compacto topo de gama do mercado.

Afinal, é extremamente complexo meter todos os componentes que dão vida a um smartphone de topo num formato compacto, existem sempre compromissos que têm de ser feitos, o preço acaba por ser pouco atrativo, e por isso, a procura acaba por ser demasiado baixa.

Mas, isto pode ser apenas uma paragem num comboio que pode querer chegar ao smartphone dobrável do tipo Flip como o novo tipo de smartphone compacto.

Afinal de contas, é um tipo de design que tem vindo a ser capaz de anular muitos dos compromissos que trouxe para o mercado, curiosamente de forma extremamente rápida, e, ao contrário de qualquer smartphone contacto, tem a vantagem de conseguir oferecer um ecrã de grandes dimensões quando aberto.

Mais concretamente, os processadores continuam a ser topo de gama, os ecrãs OLED são os mesmos que podemos encontrar na gamas altas tradicionais, estamos finalmente a ver sensores de alta qualidade a chegar ao formato, e até temos um ecrã OLED exterior de grandes dimensões para oferecer um outro tipo de utilização num formato ultra compacto.

Porém… Há um problema. Os dobráveis também não se vendem! 

O formato dobrável sempre fez correr muita tinta, tal é a irreverência de certos designs, isto para não falar do leque de possibilidades que traz para cima da mesa. Mas, como já deve ter percebido, a coisa ainda não se transformou em vendas a sério.

S23 Ultra, Z Flip5

As coisas estão a melhorar, mas o ritmo de evolução continua lento, os preços continuam altos, e vamos ser muito honestos… Os consumidores continuam com medo do formato!

Aliás, nem a Samsung, que desistiu da gama de aparelhos Note para apostar a fundo na gama Galaxy Z, consegue vender quantidades massivas de aparelhos dobráveis. Ficando cada vez mais a ideia de que o smartphone dobrável vai continuar a ser um “nicho” para todo o sempre.

Afinal de contas, se a escolha fosse sua, preferia um S24 Ultra ou iPhone 15 Pro Max, ou um Galaxy Z Fold topo de gama? Atenção! É para usar, não é para o ir vender para o OLX. O mais provável é que aponte para o smartphone tradicional, seja este qual for. O que é normal! É mais confortável, e por isso mais aliciante, ter um aparelho tradicional a acompanhar-nos.

Acha que vamos neste caminho? Ou o smartphone compacto morreu, e não há volta a dar? Nem com dobráveis!?

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.