NVIDIA está a produzir GPUs Turing de 11nm em vez de 12nm!?


Por em

As primeiras NVIDIA GeForce RTX Super começaram a chegar às mãos dos reviewers, e por isso, alguns destes começaram imediatamente a desmontá-las, para ver o nome de código do novo GPU que as equipa.

Dito isto, ninguém esperava ver no GPU da GeForce RTX 2060 Super, a marca ‘Korea’…

NVIDIA GPU

Afinal de contas, a TSMC não tem uma única fábrica na Coreia, e a única fabricante de semicondutores capaz de produzir algo tão complexo como um GPU, é a Samsung. (Que só por acaso, é Coreana)

Mas o que é interessante no meio disto tudo, é que a Samsung não tem um processo de produção 12nm FinFET!

Bem… Pelo menos não de forma oficial. Aliás, segundo o que foi partilhado pela empresa, existe um processo de 14nm, e um de 11nm (11LPP). Este último, a gigante Sul Coreana desenvolveu para competir com os 12nm da TSMC.

É que caso não saiba, as placas gráficas Turing da NVIDIA (RTX 20), têm como base o processo de produção de 12nm da TSMC. Por isso, acaba por ser interessante, chegar à conclusão que a NVIDIA já trocou o seu fornecedor pela Samsung, e que até já está a usar um processo mais pequeno e eficiente.


Nota do Redator: À hora de publicação, a NVIDIA ainda não tinha comentado oficialmente este assunto.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo.

Fonte


NVIDIA GeForce RTX 2070 SUPER supera a nova RX 5700XT

NVIDIA Super

Acabou de chegar à base de dados do Final Fantasy XV, um novo benchmark que mostra a performance da NVIDIA GeForce RTX 2070 Super, bem como a performance da muito esperada AMD Radeon RX 5700 XT ‘Navi’.

Curiosamente, esta submissão chega mesmo na altura do lançamento das novas placas gráficas NVIDIA… Ou seja, muito dificilmente será uma coincidência!

Leia o resto do artigo aqui.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Testámos o Redmi Note 7 – um gama-média que vale cada cêntimo!

Huawei – Empresa não sabe se quer/pode continuar a usar o Android

Seguinte