NVIDIA e AMD já têm um rival ameaçador, mas não é a Intel

Pois bem, a Tianshu Zhixin Semiconductor apresentou muito recentemente o seu primeiro GPGPU de 7nm! Um chip gigantesco que aparentemente é capaz de meter as ofertas mais poderosas da AMD (MI100) e NVIDIA (A100) em bicos dos pés.

Estamos obviamente a falar de uma placa gráfica que serve apenas para o mundo empresarial. Ou seja, para os centros de dados e investigação IA, mas que claro, também poderá ser o início de algo muito bom vindo da China.

Afinal de contas, é preciso mais concorrência no mundo das placas gráficas, especialmente nesta altura do campeonato em que os preços não param de subir.



NVIDIA e AMD já têm um rival ameaçador, mas não é a Intel

NVIDIA AMD rival

Portanto, como deve saber, a China está a fazer o tudo por tudo para ficar tecnologicamente independente do resto do globo. Especialmente agora com a guerra comercial com os Estados Unidos a ter um profundo impacto nas fabricantes do país, e curiosamente, até nos preços da tecnologia a nível mundial. (Sim, o preço das placas gráficas aumentou por vários fatores, sendo um deles as tarifas Norte Americanas)

Entretanto, a China já tem 20% da produção necessária localmente, contudo, este número irá aumentar para uns incríveis 70% até 2025. Isto devido a um grande investimento do governo.

Prova desta evolução tecnológica está nos últimos produtos apresentados, como o CPU x86 da Zhaoxin, bem como os esforços da Huawei no mundo das placas gráficas para servidores. Pois bem, agora temos esta nova placa gráfica, capaz de melhor performance relativamente às ofertas mais poderosas da AMD e NVIDIA.

Claro que com a atual crise de processadores, a Tianshu Zhixin não foi capaz de produzir este GPGPU (Nome “Big Island” em massa). No entanto, é inegável que a empresa aproveitou este lançamento ligeiro como um aviso às gigantes do mercado. Quase como se fosse um… Preparem-se, estamos a caminho.

Para ter noção da performance desta placa, este GPGPU é capaz de chegar aos 147 teraflops (FP16), ficando no meio das placas rivais. Mas o que realmente impressiona é a performance FP32, com a Big Island a ser capaz de 37 teraflops, ficando assim à frente da A100 (19.5 teraflops) e MI100 (23.1 teraflops). O TDP da placa está nos 300W, o que pelos vistos significa que também é uma alternativa mais eficiente relativamente ao que a AMD e NVIDIA têm no mercado.

Em suma, isto ainda não significa grande coisa… Mas num futuro muito próximo, é possível que AMD e NVIDIA percam o seu duopólio para empresas que provavelmente nunca ouviu falar.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Leia também