Novo Dieselgate? Agora é a Mitsubishi que está em investigação!

Novo Dieselgate? Agora é a Mitsubishi que está em investigação na Alemanha! – A chegada das novas regras de emissões causam muitas dores de cabeça para as fabricantes de automóveis. Afinal de contas, agora têm de criar um motor que consiga ser mais eficiente e que ao mesmo tempo supere com sucesso todas as regras impostas sobre as emissões, o que não é tarefa fácil…

Desta forma, e com as regras cada vez mais apertadas, houve empresas que recorreram a dispositivos capazes de enganar o resultado dos testes de emissões. Ao fim ao cabo, quem não se lembra do famoso DieselGate da Volkswagen que afetou milhões de consumidores um pouco por todo o mundo.

Ainda assim, apesar da Volkswagen estar novamente sob investigação, a verdade é que desta vez não está sozinha, visto que a Mitsubishi também está a ser investigada na Alemanha.

mitsubishi_motors_corporation-large-15851

Ao fim ao cabo, cerca de 10 instalações já foram “invadidas” devido a esta investigação!

Os vários locais tratam-se de propriedades da Mitsubishi como as instalações em Frankfurt, Hanover e Rensburg, mas também das empresas que fornecem peças, como os injetores e bombas de combustível para os modelos em questão.

Segundo informações, até ao momento todos estão a cooperar com as investigações da polícia Alemã.

Entretanto, saiba que as investigações iniciaram após um promotor alemão informar que: “Existe a suspeita que os motores estão equipados com o dispositivo de desligamento”. Dispositivo este, que é semelhante ao identificado em 11 milhões de modelos do Grupo Volkswagen em 2014!



Porta-voz da Mitsubishi confirmou que a empresa esta sob investigação!

Curioso para saber quais os modelos que estão sob suspeita?

Provavelmente sim! Então saiba que os motores diesel em questão são os 1.6L e 2.2L de quatro cilindros que até prova em contrário passaram em conformidades nos requisitos de emissões Euro 5 e Euro 6.

Assim, apesar do comunicado oficial da Mitsubishi Motors afirmar que colaborará e contribuirá com toda a investigação. A verdade é que as autoridades competentes já pediram aos consumidores que adquiriram um carro com qualquer um destes motores desde 2014, que entre em contacto com os mesmos para apoiar toda a investigação.



Em suma, a intenção de “fugir” às normas rígidas de emissões passa por criar um motor mais eficiente que consuma menos e seja mais potente. No entanto, isto tem sempre um impacto enorme no Meio Ambiente e até na saúde em geral. O que pensa sobre isto?

Ademais, qual a sua opinião sobre este assunto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário