Novo chipset Kirin 980 trará grandes melhorias na inteligência artificial

A Huawei inovou no ano passado no campo do fabrico de chips quando anunciou o chipset Kirin 970 com uma unidade neural de processamento independente (NPU).

A NPU trouxe capacidades genuínas de inteligência artificial para os smartphones Huawei.

Agora a gigante chinesa de tecnologia anunciou que vai realizar um evento a 31 de agosto na IFA Berlim 2018, onde será anunciada a próxima geração do chipset Kirin 980.

Antes da IFA propriamente dita, a Huawei começou a enviar teasers que confirmam claramente o Kirin 980 como o produto estrela desse dia.

O mais recente é um pequeno clip de vídeo que sugere que o chipset da próxima geração virá com outro avanço no desempenho da IA, bem como ao nível do CPU e GPU.

A Huawei já havia lançado um vídeo há alguns dias atrás, que apontava para um chipset mais rápido, inteligente e poderoso. As principais atualizações também podem incluir um consumo de energia reduzido pelo processo de 7nm. A NPU também foi atualizada para a segunda geração para operar em mais cenários e em aplicativos de IA móveis.

O Kirin 980 será fabricado através de um processo de 7nm e vai utilizar quatro núcleos Cortex A76 e quatro núcleos Cortex A55 num arranjo octa-core.

A isto junta-se uma placa gráfica Mali e uma versão mais recente da NPU.

A velocidade de relógio é de aproximadamente 2.8GHz. Este será o primeiro chipset de 7nm da Huawei e, claro, vai concorrer diretamente com outros chipsets de 7nm, como o Apple A12 previsto para estrear este ano e o Qualcomm Snapdragon 855 anunciado para o primeiro trimestre de 2019.

De acordo com o CEO da Huawei, o chipset 980 estará presente em primeiro lugar no Mate 20 que deverá ser lançado em outubro deste ano.

O CEO também referiu que o desempenho deste chip será bastante melhorado e estará muito à frente do Snapdragon 845.