Cuidado: depois dos catalizadores este é o novo alvo dos ladrões!

Depois de muitos problemas e sobretudo de muitas despesas para os bolsos dos condutores felizmente não se tem falado tanto do roubo de catalisadores. Isto porque é um crime que está a diminuir consideravelmente. No entanto, isto não significa propriamente boas notícias. É que depois dos catalizadores há um novo alvo para os ladrões!

Cuidado: depois dos catalizadores este é o novo alvo dos ladrões!

Se já teve de substituir um airbag recentemente, sabe muito bem o que custa. É o preço do airbag, mais os custos de mão de obra e de reparação de um painel de instrumentos e/ou para-brisas potencialmente danificados.

Isto pode explicar a crescente popularidade destes equipamentos entre os ladrões de automóveis. Se já teve o seu carro assaltado, conhece o sentimento de raiva e frustração que o invade quando vê aquele buraco no painel de instrumentos; no entanto, o roubo de um airbag atinge outro nível de horror. Porquê? Porque nunca daria pela falta do seu airbag até à pior altura possível. Se estiver envolvido num acidente grave, esse airbag roubado pode provocar ferimentos graves ou mesmo a morte.

Embora os ladrões possam arrombar um carro e roubar um airbag em menos de dois minutos, alguns airbags são roubados como parte de um esquema perpetrado por oficinas de reparação sem escrúpulos.

- Advertisement -

Os airbags são caros. O próprio airbag tem de ser substituído, juntamente com quaisquer peças danificadas do volante e/ou do painel de instrumentos. Os sensores e outros componentes electrónicos também têm de ser substituídos. É também um trabalho muito intensivo: Um airbag tem de ser instalado por um técnico qualificado.

Apesar do seu custo, são relativamente fáceis de remover, transportar e armazenar.

O resultado? Um próspero mercado negro de airbags roubados.

De facto, o roubo de airbags tornou-se tão lucrativo que algumas oficinas de reparação corruptas entraram elas próprias no negócio. Em vez de um ladrão entrar no seu carro e arrancar o airbag, o que por vezes requer pouco mais do que a remoção de apenas quatro parafusos, os mecânicos podem removê-los à vontade enquanto “reparam” o seu veículo.

Numa das versões da fraude que tem ocorrido pela Europa e não só, “a retirada”, o airbag antigo é retirado para parecer que foi acionado no acidente (embora na realidade não tenha sido). Os mecânicos substituem-no então por um barato comprado no mercado negro ou não o substituem de todo. De qualquer forma, cobram ao cliente ou à sua companhia de seguros o preço total de um airbag novo.

Outra versão do esquema, “o interruptor”, acontece quando se tem um acidente, mas o airbag não se acionou. O seu airbag original é retirado e, em seguida, é colocado outro airbag acionado no seu lugar. Os mecânicos facturam à sua companhia de seguros a substituição do airbag, mas limitam-se a voltar a colocar o airbag antigo. Podem também vender o seu airbag e substituí-lo por uma versão barata, ou substituí-lo por trapos velhos ou materiais semelhantes. Sem uma inspeção minuciosa por um técnico qualificado, é impossível saber se um airbag verdadeiro ainda está no lugar e funcional.

Prevenir o roubo

Há algumas coisas que pode fazer para reduzir as hipóteses de roubarem os airbags. Muitas delas ajudam a evitar o roubo de automóveis em geral: Estacione num local bem iluminado, mantenha o seu carro trancado e não deixe objectos de valor à vista de todos.

Se possível, instale o novo airbag num concessionário. Este terá o airbag correto para o seu automóvel e terá mecânicos com formação para o instalar. Se tiver dúvidas, procure outro mecânico para inspecionar o airbag. Se estiver a comprar um carro usado, certifique-se de que o airbag está na lista do seu mecânico quando ele verificar o carro.

Procure uma cobertura falsa no airbag. O grão ou a cor podem não combinar na perfeição com o resto da consola.

Esteja atento às luzes de aviso do painel de instrumentos. Alguns carros mais recentes têm luzes indicadoras de airbag que sinalizam quando há um problema.

Um aspeto importante a ter em conta – nunca tente inspecionar ou reparar um airbag sozinho. Se acidentalmente acionar o airbag, pode causar ferimentos graves.

Já sabia que este é o novo alvo dos ladrões?

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.