Notificações prioritárias do Gmail chegam primeiro ao iOS

O Google já está a disponibilizar o suporte para notificações de alta prioridade do Gmail para os utilizadores de dispositivos móveis. No entanto, está a dar prioridade a quem tem iOS, ao invés do Android. Importa salientar que esta mudança vai chegar, em breve, a todas as plataformas.

Neste momento a Google ainda não esclareceu porque motivo o iOS está a receber notificações de alta prioridade antes do próprio sistema operativo Android. No entanto o fenómeno talvez seja fácil de explicar. É que otimizar aplicações iOS é significativamente mais fácil do que fazer o mesmo com os seus equivalentes Android. Não nos podemos esquecer que existem poucas variantes de iPhones, mas existem milhões de smartphones com o sistema operativo Android.

Independentemente disto importa salientar que a Google raramente lança novas soluções móveis para iOS, antes de as disponibilizar para Android. Como é o caso da grande maioria das novas soluções da Google, as notificações de alta prioridade são impulsionadas por tecnologias de inteligência artificial e aprendizagem de máquina. Assim quanto mais utilizar este serviço, melhor vai funcionar.

Atenção que esta funcionalidade está desativada por defeito e necessita de ser ativado através do menu Notificações na aplicação para iOS. No Android deverá ser da mesma maneira.

Entretanto a Google não revelou quando é que as notificações de alta prioridade vão estar disponíveis na versão para Android do Gmail.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também