Netflix: Cuidado com a Qualidade de Imagem!

Como deve saber, existe todo um conjunto de regras, capazes de definir a qualidade de imagem que as plataformas de streaming são capazes de oferecer ao seu aparelho de eleição, não só na resolução máxima alcançável, mas também no bitrate oferecido em dado momneot.

Curiosamente, são regras que nem sequer são definidas pela Netflix, por isso, se por ventura está a pagar 4K e a ver em 720p, a culpa não é bem da plataforma, mas sim sua, que anda a prestar pouca atenção ao que está escrito nas linhas pequenas da sua subscrição mensal.

Dito isto, seja no smartphone, tablet, ou no seu computador pessoal, a qualidade de imagem de streaming de Netflix pode mudar, e bem! Vamos perceber como.

Netflix: Qualidade de Imagem não é igual em todos os aparelhos

Portanto, não é novidade para ninguém que a Netflix oferece pacotes diferentes, com qualidade de imagem também ela bastante diferente. Ao fim ao cabo, temos o pacote Base a oferecer streaming em 480p, o pacote Standard a oferecer 1080p, e finalmente o pacote Premium a oferecer streaming na resolução 4K.

No entanto, não vai alcançar esta resolução máximo em qualquer aparelho, ou em qualquer browser.

Afinal de contas, no Windows, se quer chegar aos 4K, vai ter sempre de optar pelo Edge, com as restantes alternativas a ficarem pelos 720p (É possível chegar aos 1080p através de algumas extensões, como esta). Já no macOS da Apple, acontece algo muito parecido, visto ser possível chegar aos 4K através do Safari, mas nas restantes alternativas, fica limitado aos mesmos 720p.

Por fim, no ChromeOS, tem direito a 4K no Chrome, enquanto tudo o resto também está limitado a 720p.

Além da limitação na resolução, o uso de browsers não preferenciais, também poderá resultar num streaming com um bitrate mais baixo.

Entretanto, nos smartphones e tablets, as coisas também não são todas iguais, com a qualidade de imagem a depender da certificação Widevine de cada aparelho

Em suma, se vê Netflix no seu PC, opte pela aplicação, ou use um dos browsers recomendados. Já no smartphone/tablet, os problemas com o Widevine não mais frequentes em aparelhos sem certificação Google, como é o caso de todo o ecossistema Huawei. Por isso, na verdade, não tem grande razão para se preocupar, a não ser que ande a comprar smartphones na candonga.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados