Netflix acabou com as partilhas e já pode estar a pagar o preço!

Muito antes do auge do streaming, a Netflix estabeleceu-se como uma das pioneiras do sector. Embora atualmente haja uma abundância de fornecedores de serviços por onde escolher, a empresa continuou a ser uma das opções de streaming de eleição. Mas não apenas pelo seu conteúdo. A partilha de palavras-passe entre amigos e familiares tornou-se uma prática comum entre os subscritores da Netflix, quanto mais não seja para poupar algum dinheiro extra. Mas a uma certa altura a Netflix acabou com as partilhas, e há quem acredite que a Netflix pode estar agora a pagar o preço.

Netflix acabou com as partilhas e agora já está a pagar o preço!

De acordo com o Eurogamer, a Netflix não irá partilhar os seus números de subscritores com o público daqui para a frente. O co-CEO Greg Peters diz que a mudança surge depois de o modelo de negócio da empresa ter evoluído – agora que a partilha de palavras-passe foi banida, a Netflix está a começar a contabilizar as receitas e a publicidade resultantes da inevitável mudança no número de subscritores. Com menos pessoas a partilharem contas, a empresa deve ter em conta as receitas das novas inscrições ao fazer os cálculos.

- Publicidade -

Netflix aumentar os preços, participar nos testes Netflix, aumento dos preços Netflix, partilhar a Netflix com

A Netflix está a esconder o número de assinantes?

Embora os números de subscritores não sejam partilhados com o público, espera-se que os investidores sejam informados quando houver crescimento ou for atingido um marco. De acordo com a última atualização da empresa, a Netflix tinha mais de 296 milhões de subscritores. No entanto, Peters disse à fonte que medir o seu sucesso com base nesses números é “histórico”.

pagar plano premium Netflix, tirar dispositivos da conta Netflix

Ainda não foi determinado ao certo se a Netflix está a ser afetada negativamente pela repressão da partilha de palavras-passe, e talvez nunca venhamos a saber se a empresa retiver as suas estatísticas. Dito isto, esta não é a única medida que a Netflix está a tomar para gerar receitas. Parece que também está a apostar fortemente na publicidade. No final de 2023, a empresa anunciou planos para eliminar seu nível básico sem anúncios em regiões onde os níveis suportados por anúncios estão disponíveis para os assinantes. Nos últimos meses, a Netflix dividiu notavelmente as suas ofertas de acordo com as opções de plano para os clientes. Quanto mais estiver disposto a pagar, maior será o número de vantagens, como o streaming em HD. No entanto, com os telespectadores a sentirem-se cansados do streaming, há muito espaço para que estas medidas saiam pela culatra à Netflix.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.