Netflix vai lançar 50% menos filmes em 2023. Sabe porquê?

A Netflix lançou um vídeo promocional que revela alguns dos próximos filmes originais que serão lançados em 2023. No entanto, em comparação com 2022, a Netflix vai lançar menos 50% de filmes originais. Em números concretos a gigante do streaming vai lançar 49 títulos, o que realmente não é muito se considerarmos todo o ano e sobretudo o que se passou no ano anterior.

Netflix vai lançar 50% menos filmes em 2023. Sabe porquê?

Como referi acima no ano passado o número de lançamentos foi superior. Na prática foram 89 filmes em 2022, um claro indicador de que a empresa está a jogar com segurança em 2023. Apesar disso, há alguns filmes interessantes que valem realmente a pena.

Netflix menos filmes

Alguns dos filmes notáveis da lista incluem Extraction 2 (uma sequela do thriller de ação com nome idêntico lançado em 2020, com Chris Hemsworth). Temos também The Mother, protagonizado por Jennifer Lopez (originalmente lançado em 2022), They Cloned Tyrone com Jamie Foxx e Idris Elba e Luther: The Fallen Sun.

Mas afinal a que se deve este corte tão drástico?

Apesar de algum sucesso esta empresa perdeu subscritores no primeiro e segundo trimestre de 2022. De facto, foi a primeira vez desde 2011. O aumento da concorrência, a partilha de contas e as circunstâncias económicas globais adversas são algumas das razões pelas quais a Netflix perdeu subscritores. De facto esta empresa teve de despedir alguns dos seus trabalhadores em 2022.

netflix

Em segundo lugar, a Netflix parece feliz com o seu portfólio de produções em que investiu massivamente na última década.

Isto significa que a empresa está a mudar o seu foco. Assim dá prioridade à qualidade em relação à quantidade, agora que tem um portfólio bastante sólido de filmes e séries para manter a sua base de subscritores. Claro que a Netflix não pode abandonar completamente a criação de novos filmes. Mas pode diminuir.

Por fim a Netflix poderá também estar a considerar a situação económica global adversa em curso. É que um estudo da KPMG revela que 61% dos consumidores pretendem reduzir algumas despesas mais supérfluas em 2023.

Não perca nenhuma informação importante. Siga-nos no Google Notícias. Siga-nos ou clique no símbolo da estrela no canto superior direito.
mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Receba a nossa Newsletter

Outros artigos

Artifact: Uma rede social baseada em Inteligência Artificial

Já andamos a ouvir falar de Inteligência Artificial há...

Temos más notícias! The Witcher pode acabar em breve…

Quando falamos em plataformas como a Netflix, temos de...

Este é o segredo para o Google Maps dar o melhor trajeto

Garantir o melhor trajeto não é uma tarefa fácil,...

Atenção! Como rescindir um contrato com fidelização!

Devido ao aumento de preços há várias pessoas que...

Meta prepara alternativa ao Apple Watch. Mas vale a pena?

O gigante das redes sociais anteriormente conhecido como Facebook...