Motor: Os cavalos já não são o que eram. Sabe o que significam?

Nos últimos anos, graças ao crescimento da Leak.pt, tenho tida a oportunidade de conduzir algumas centenas de máquinas motorizadas, vindas das linhas de produção das muitas marcas automóvel a atuar em Portugal. Porém, apesar dos números no papel, é fácil começar a perceber que 150 cavalos de potência há 10 ou 20 anos atrás, nada tem a ver com os 150 cavalos de potência em 2024.

Sim, é verdade que os motores mais pequenos conseguem hoje em dia oferecer potências muito interessantes, e por isso, dão origem a ofertas curiosas para o dia-a-dia, a preços mais amigos da carteira. Porém, quando se começa a olhar para ofertas mais “poderosas”, as coisas não parecem ser como eram no antigamente.

- Publicidade -

Ou seja, os carros estão hoje em dia cheios de tecnologia, que nos dão mais conforto, mais eficiência, etc… Como é o caso da eletrificação de muitas motorizações. Porém, estão também muito mais controlados devido às emissões poluentes, fruto das mais recentes diretrizes da União Europeia. Ou seja, os cavalos estão todos no estábulo do motor do seu automóvel, porém, a forma como entram em acção não é de todo a mesma. Ou seja, a curva de potência de um motor moderno é muito diferente relativamente ao antigamente, dos grandes motores a combustão.

Vamos por partes?

Motor: Os cavalos já não são o que eram. Sabe o que significam?

alternador do carro está com problemas

Portanto, no mundo automóvel, existem vários nomes para aquilo que define a potência que um motor é capaz de dar a carro. As fabricantes não conseguem chegar a acordo, e por isso, a coisa acaba por ser uma confusão para os mais novatos.

Assim, temos HP (Horse Power), BHP (Brake Horse Power), PS (pferdestärke), CV (chevaux vapeur) e kW (Killowatt), que apesar de não serem todos iguais, todos apontam para a mesma coisa… A quantidade de trabalho que um motor pode fazer. Dito isto, regra geral, quanto maior for este valor, mais rápido um automóvel consegue andar.

Dito isto, a potência também afeta a aceleração, por isso, além da velocidade máxima, os cavalos também podem ter impacto no tempo que demora até chegar à velocidade pretendida. Ou seja, mais uma vez, como regra geral, quanto maior for a potência, mais rapidamente um automóvel ganhará velocidade.

O que são os “cavalos”?

Quando era criança, pensava que o número de cavalos estava de alguma forma relacionada com uma métrica de potência que um cavalo de competição poderia trazer para cima da mesa.

Mas não, é um valor “inventado” há muitos anos atrás por James Watt, um pioneiro dos motores a vapor, que decidiu comparar a eficácia de um motor contra um cavalo, na mesma exata tarefa. O valor real está na imagem em baixo.

De facto, a potência máxima de um único cavalo pode atingir os 15 cavalos e a potência máxima de um ser humano pode ser um pouco superior a um único cavalo.

Dito isto, 1 HP (Horse Power) ou 1 BHP (Brake Horse Power) não significam exatamente a mesma coisa. Porque o primeiro é ligeiramente mais alto face ao segundo. Isto porque os BHP têm em conta o atrito. Ou seja, 1 HP é = 0.99 BHP. Sendo exatamente por isso que um carro com 300 HP aparece com 296 BHP no Reino Unido.

Quilowatt (kW)?

Houve uma altura em que o quilowatt era a medida preferida do mercado. Sendo ainda hoje utilizada em várias regiões, e até no Documento Único do seu automóvel.

Porém, as fabricantes não gostam, porque é um valor significativamente mais pequeno face aos tradicionais cavalos. Por exemplo, os 300 CV do Golf R passam a ser apenas 220 kW. O que não parece particularmente impressionante.

No entanto, graças ao regresso em grande do automóvel elétrico, vamos todos ter de nos familiarizar com os quilowatts, uma vez que é a medida padrão da indústria para a capacidade de energia de uma bateria. Quanto maior for o número de quilowatts, mais potentes são as baterias.

Como é que os Cavalos são medidos e que efeito têm?

carro, importar, alemanha, mercedes, Bicarbonato de sódio e limão

Regra geral, quanto maior for a potência de um automóvel, maior será a sua velocidade em linha reta. Regra geral, porque um motor, ou um carro, é muito mais do que apenas cavalagem.

Dito isto, uma forma fácil de imaginar o impacto de mais potência num motor, é imaginar que está a empurrar um carro sozinho. Se um amigo o ajudar, há mais força por detrás dele e, assim, pode empurrá-lo mais depressa, mais facilmente e mais longe.

Porém, subir um motor de 100 cv para 200 cv não o vai transformar de forma diretamente proporcional. Ou seja, não o tornará duas vezes mais rápido. Há outros factores a considerar! Como o peso, os níveis de aderência e a aerodinâmica do veículo. Por exemplo, todos os carros de Fórmula 1 têm à volta de 1000 cavalos de potência, porém, existe uma diferença de performance bastante perceptível entre equipas.

Mais concretamente, a potência tem menos efeito quanto maior for a velocidade, sendo que a eficiência aerodinâmica desempenha um papel cada vez mais importante à medida que se aumenta a velocidade.

E o binário?

Nem tudo depende dos cavalos! A potência de um motor também está relacionada com o binário deste.

Na sua essência, o binário é a força de rotação que um motor pode exercer, enquanto a potência é a força com que um motor pode trabalhar.

Pense numa chave inglesa mais pequena, e uma maior, mas capazes de rodar a mesma exata porca. A chave maior vai ser capaz de exercer mais “binário”. A força com que roda a chave inglesa é equivalente à potência.

Dito isto, os motores a gasóleo têm normalmente mais binário e menos potência, enquanto os automóveis a gasolina tendem a ter mais potência e menos binário. Porém, com a entrada em cena da eletrificação, motorizações a Gasolina já começam a ser capazes de contornar este “facto”.

Que potência deve escolher?

Além daquilo que dissemos em cima, das curvas de potência de um motor. (Um motor não está sempre a oferecer o máximo da sua capacidade, devido ao grande foco na eficiência). Também é preciso ter em conta que provavelmente não precisa de ter um Mustang à porta de sua casa.

Comprar um carro citadino, com 75cv ou 90cv, vai ser mais do que o suficiente para uma condução casual, porque é um carro leve e agil. Porém, se quiser comprar um SUV grande e pesado, talvez seja boa ideia optar por um motor maior, e por isso, com mais cavalos.

É também boa ideia perceber se vai fazer muita autestrada, o que pode implicar a necessidade de um motor mais potente.

Além de tudo isto, pessoas que rebocam regularmente caravanas, atrelados e afins também querem motores potentes, uma vez que o peso extra exigirá mais potência para pôr as coisas em movimento – embora, na verdade, o binário seja o melhor amigo de um carro de reboque, daí que muitos caravanistas tenham carros a gasóleo.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.