MIUI 11 tem uma grande novidade para o Verão 2020!


Por em

Usar um smartphone sob luz solar direta não é propriamente uma tarefa fácil. Especialmente, quando o brilho automático está desativado. É que nessas ocasiões temos mesmo de conseguir arranjar um sítio com boa sombra para conseguirmos interagir com o nosso equipamento. No entanto, a Xiaomi arranjou uma forma de tudo funcionar, mesmo com o sistema automático desativado. Dito isto, o MIUI 11 tem agora a opção “Modo Luz Solar” para facilitar a utilização quando o sol é muito.

MIUI 11 tem uma grande novidade para o Verão 2020!

O modo Luz solar ativa um nível de brilho mais alto assim que deteta a luz solar direta. É equivalente ao “modo de alto brilho” que está presente, mas é acionado quando a luz ambiente se torna suficientemente brilhante. De acordo com a equipa do XDA Developers, o novo modelo é acionado quando a iluminação ambiente ultrapassa os 12.000 lux durante 5 segundos. Posteriormente, é reduzido e ajustado para o estado anterior quando a iluminação cai abaixo dos 12000 lux por 2 segundos.

MIUI 11 tem

No registo de alterações do MIUI 11, pode ler-se que o Modo Luz Solar “ajusta o brilho à forte luz ambiente quando o brilho automático está desativado”. É bastante útil para usarmos no Verão, quando vamos à praia e não só, e não queremos de forma alguma usar o modo de brilho automático. Claro que tudo isto funciona com o sistema de análise de luz ambiente.

É sem dúvida uma funcionalidade muito útil.

O MIUI 11 está de facto uma excelente interface. Tem uma aparência mais cuidada e muitas funcionalidades que não passam despercebidas. Logo à partida o Modo Escuro é uma das principais características do Android Q e o MIUI 11 apostou nele com algumas personalizações. A implementação da Xiaomi parece ser muito semelhante ao modo escuro EMUI da Huawei, na medida em que muda a cor de todas as aplicações de sistema e usa um verdadeiro modo escuro, em oposição ao modo mais azul e cinza escuro do Android Q.

Entretanto, a Xiaomi apresentou uma nova fonte, que a empresa alega ser muito simplificada e adequada para praticamente qualquer situação. A nova fonte MiLan Pro segue a tendência geral de design de toda a interface. No entanto pode ser facilmente mudada sem dificuldade.

Outro ponto de destaque entre muitos é aquilo a que a Xiaomi chama de ecrã ambiente, mas um pouco diferente das implementações de outras empresas. É que a Xiaomi preocupou-se mais com a personalização. O utilizador pode personalizar o relógio que aparece no ecrã “always-on” e há muitas opções disponíveis. Entretanto, os utilizadores também podem criar a sua própria mensagem personalizável que aparece neste ecrã.

Leia também:

Xiaomi Mi 9T Pro – Faz sentido comprar smartphones de 1000€?

Leia também

Ou veja mais notícias de Android, Featured

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Motorola Razr na Europa no início de 2020 por 1599 Euros

Reparar o ecrã do Huawei Mate X custa um iPhone 11 Pro

Seguinte